Lutador de MMA é morto a tiros após tentativa de assalto nos Estados Unidos

Segundo investigação, ele foi assassinado após tentar lutar com ladrões durante uma invasão a sua residência

Por O Dia

Estados Unidos - A carreira do jovem lutador de MMA, Aaron Rajman, foi interrompida, nesta semana. O atleta, de 25 anos, foi morto a tiros em sua casa, em Boca Ratón, após uma tentativa de assalto. Apesar de ter sido socorrido e encaminhado ao hospital, Rajman não resistiu aos ferimentos.

Aaron Rajman foi morto a tiros nos EUAReprodução Facebook

Segundo investigação da polícia local, o lutador foi assassinado durante uma briga com vários homens que entraram na sua casa e dispararam tiros contra Rajman. Ainda não há suspeitos.

A estreia do jovem no MMA profissional aconteceu em 2014. Ele venceu duas lutas e perdeu outras duas. Como amador, Aaron Rajman colecionou oito triunfos e apenas uma derrota.

Ele treinava na American Top Team, mesma academia de grandes lutadores como uma Amanda Nunes, Júnior Cigano e Joanna Jedrzejczyk.

Últimas de Esporte