Mais Lidas

Bottas supera Vettel e garante segunda pole na carreira; Hamilton sai em oitavo

Os pilotos voltam neste domingo ao Red Bull Ring, quando será realizada a largada para o GP da Áustria

Por pedro.logato

Áustria - O finlandês Valtteri Bottas se beneficiou de uma bandeira amarela nos segundos finais do treino de classificação do GP da Áustria de Fórmula 1 e assegurou a pole position. Em disputa realizada no circuito de Spielberg, neste sábado, o piloto da Mercedes anotou o tempo de 1min04s251 e deixou o alemão Sebastian Vettel na segunda posição, com 1min04s293.

Ainda assim, o líder da temporada tem muito a comemorar. O piloto da Ferrari, afinal, viu seu principal concorrente na disputa pelo título, o britânico Lewis Hamilton, que está 14 pontos atrás, anotar 1min04s779 e ficar com o terceiro tempo. Como o piloto da Mercedes foi punido com a perda de cinco posições no grid, por trocar a caixa de câmbio antes de que ela completasse seis corridas, ele largará apenas em oitavo.

Bottas fez a pole no GP da Áustria AFP

O finlandês Kimi Raikkonen, assim, que havia feita o quarto tempo, herdou a terceira posição e colocou ainda mais pressão sobre Hamilton. Daniel Ricciardo e Max Verstappen, da Red Bull, vieram na sequência, enquanto Romain Grosjean largará em sexto e Sergio Perez em sétimo. Esteban Ocon e Carlos Sainz Jr fecharam as dez primeiras colocações.

Já o brasileiro Felipe Massa, depois de sofrer nos treinos livres com a falta de equilíbrio de sua Williams, confirmou o prognóstico ruim para o final de semana: foi eliminado ainda no Q1, com o tempo de 1min06s534, e largará apenas em 17º. Ainda assim, está uma posição à frente de seu companheiro, o canadense Lance Stroll.

Confirmando o domínio imposto nos treinos livres, Hamilton pareceu não se abalar com a punição - anunciada na sexta-feira - e liderou com tranquilidade o Q1. Raikkonen, Vettel, Sainz e Bottas vieram na sequência, sem fazer frente ao britânico.

Massa, por sua vez, depois de permanecer entre os 15 primeiros durante boa parte do Q1, foi perdendo posições nos minutos finais e caiu para 17º. Ele ainda tentou uma última volta, mas fracassou e acabou não avançando ao Q2.

"Estamos com um problema sério para fazer os pneus funcionarem", lamentou o brasileiro à SporTV. "Saí no último momento do box e consegui fazer a volta, mas saí forte de traseira em uma curva e não consegui avançar."

No Q2, por sua vez, o panorama do final de semana começou a mudar: Hamilton perdeu o domínio e acabou apenas em terceiro - Vettel fechou na frente, com Bottas em segundo. Hulkenberg, Alonso, Vandoorne, Kvyat e Magnussen, por sua vez, foram eliminados.

Se todas as atenções do Q3 estavam voltadas para Vettel e Hamilton, especialmente depois da última corrida, quando o alemão propositalmente acertou o carro do adversário, Bottas levou a melhor e garantiu a segunda pole de sua carreira.

O finlandês tinha a melhor marca quando, nos segundos finais, no momento em que os pilotos se lançavam para as últimas voltas rápidas, o carro de Grosjean parou na pista. Assim, a bandeira amarela foi acionada e as posições permaneceram as mesmas, prejudicando Vettel e Hamilton.

Os pilotos voltam neste domingo ao Red Bull Ring, quando será realizada a largada para o GP da Áustria, a nona etapa da temporada da Fórmula 1.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia