CBF acaba com polêmica e afirma que juiz acertou ao não marcar pênalti de Réver

Santos reclamou de interferência externa no jogo da Copa do Brasil

Por O Dia

Rio - A CBF colocou um ponto final da discussão sobre o pênalti que foi marcado e depois anulado pelo árbitro Leandro Pedro Vuaden na partida das quartas-de-final da Copa do Brasil envolvendo Santos e Flamengo. Para a entidade, o comportamento do juiz foi o correto.

Pênalti de Santos x Flamengo gerou polêmicaReprodução Youtube

De acordo com comunicado oficial, Vuaden, ao ser avisado pelo quarto árbitro que nada houve, volta atrás de sua decisão e sinaliza tiro de canto. A CBF não cita em nenhum momento dados sobre a alegação do Santos de que houve interferência externa na jogada.

Confira o comunicado na íntegra:

DECISÃO ACERTADA DA ARBITRAGEM

Jogo: Santos-SP 4 x 2 Flamengo-RJ, Estádio Vila Belmiro - SP

Descrição do lance: Defensor toca a bola para a linha de meta e, na sequência da jogada, o atacante, em função de sua velocidade, toca o defensor, lançando-se sobre o solo dentro da área penal. Árbitro sinaliza tiro penal. Porém, após ser informado pelo quarto árbitro que nada houve, volta atrás de sua decisão e sinaliza tiro de canto.

Aplicação da regra: Um jogador pode proteger a bola colocando-se entre um adversário e a bola desde que a bola se encontre em distância de disputa e o jogador não seja segurado com os braços ou corpo.

Decisão regulamentar: Segue o jogo. Nada a marcar. Tiro de canto

Últimas de Esporte