Neymar é ovacionado por torcedores do PSG antes de estreia do time na temporada

Jogador foi ao campo do Parc de Princes, mas não pode enfrentar Amiens pela 1ª rodada do Campeonato Francês

Por O Dia

Paris - Às 16h deste sábado em Paris, 11h em Brasília, o DJ Martin Solveig, um dos astros da música eletrônica na Europa, abaixou o volume de sua música e puxou o coro no estádio Parc des Princes: "Ney-mar! Neymar!". Entusiasmada, a torcida do Paris Saint-Germain respondeu com os gritos de guerra do clube francês Mesmo impossibilitado de estrear em razão da Federação Espanhola de Futebol, que não enviou a documentação da transferência à Liga de Futebol Profissional da França (LFP), Neymar foi o alvo de todas as atenções em Paris momentos antes do confronto de sua nova equipe com o Amiens.

FOTOGALERIA: Neymar é apresentado com festa e é ovacionado pela torcida em Paris

A apresentação do brasileiro foi simples, rápida, mas calorosa, com direito a fogos de artifício em pleno campo e com uma multidão ecoando seu nome. O narrador oficial da cerimônia não economizou no entusiasmo: "Chegou o momento tão esperado, essa data de 5 de agosto de 2017, um evento mundial".

Jogador mais caro da história%2C Neymar é apresentado pelo PSG no Parc de Princes%2C estádio do time francêsAFP

O presidente do PSG, Nasser Al Khelaifi, então, tomou a palavra e pediu mobilização de parte da torcida. "Nossos torcedores sempre sonharam com uma grande estrela. Neymar está aqui conosco hoje. Agora é preciso trabalhar para ganhar muitos troféus", disse o dirigente, que assumiu o clube sob forte rejeição em 2011, nomeado pelo fundo soberano do Catar, o Qatar Investment Authority (QIA), proprietário do PSG.

Então, Neymar foi chamado ao pequeno palco instalado no gramado: "Nosso novo número 10 vermelho e azul, Da Silva Santos Júnior", gritou o narrador, dando a deixa à multidão. A torcida completou em delírio: "Neymar!".

Tímido, o brasileiro tomou o microfone e falou, em português, sobre a emoção de estar em Paris após quatro anos defendendo as cores do Barcelona. "Estou muito feliz. É outro grande sonho que estou vivendo. Vim aqui para fazer história", garantiu.

A seguir, arriscou algumas palavras em francês, lançando ao público dois slogans do clube: "Paris est magique. Ici c'est…", disse o craque, também dando a deixa à torcida, que completou, entusiasmada: "Paris!".

Neymar a seguir deu a volta no campo, próximo da arquibancada, chutando bolas ao público, acenando e mandando beijos para os torcedores, enquanto o narrador enaltecia a contratação que custou 222 milhões de euros ao PSG: "O capitão da seleção brasileira está aqui!", disse o mestre de cerimônia. A reação não poderia ser outra: gritos de "Neymar!, Neymar!, Neymar!".

O novo ídolo do clube, então, correu de volta a às torcidas organizadas do time, tirou a camisa e arremessou aos torcedores. "Obrigado, Neymar!", disse em português o narrador, mais uma vez incitando a torcida a prosseguir na aclamação ao craque.

Apesar de toda a festa, o brasileiro não pode estrear na primeira rodada do Campeonato Francês. Isso porque a Federação Espanhola não enviou à LFP até a meia noite de sexta-feira, como exige o regulamento, o Certificado de Transferência Internacional, documento que autoriza a inscrição de um jogador no campeonato.

Últimas de Esporte