Renault mantém dúvida sobre chance a Kubica na Fórmula-1 em 2018

Nos últimos meses, o piloto testou um carro de 2012 da categoria e participou dos testes coletivos na Hungria com o atual modelo da equipe

Por O Dia

Hungria - Apesar do teste recente e da empolgação de Robert Kubica, a Renault evita projetar o retorno do piloto polonês à equipe para a temporada 2018 da Fórmula-1. Kubica é cotado para assumir o lugar do britânico Jolyon Palmer na equipe francesa para o próximo ano. 

"Gostaríamos de ter Robert de volta, mas isso tem que fazer sentido. Isso pode ou não pode ser possível", declarou Cyril Abiteboul, chefe de equipe e diretor da Renault. 

O dirigente avisou que a decisão será técnica e não "emotiva", apesar da forte conexão de Kubica com a equipe. "É algo que precisamos encarar de forma muito séria e tentar deixar a emoção do lado de fora. Não temos todas as respostas. Num mundo perfeito, teríamos que fazer mais testes."

Kubica pode voltar para a F-1AFP

Nos últimos meses, Kubica testou um carro de 2012 da Fórmula-1 e participou dos testes coletivos na Hungria com o atual modelo da Renault. Abiteboul indicou que o resultado ficou aquém do esperado, o que pode manter o polonês distante da categoria. 

"Temos acesso a informações que o público e a imprensa não têm. É privado, reservado ao time e eu não gostaria de conversar sobre estas informações sem o consentimento do Robert. Há muitas coisas que precisam ser feitas para chegar a um nível mais alto", declarou. 

O dirigente indicou também que mais testes seriam necessários para a evolução do piloto. E a concorrência de novos pilotos, já acostumados com os novos modelos de carro da Fórmula 1, podem atrapalhar a tentativa de retorno de Kubica. 

"Temos apenas uma decisão sobre piloto para o próximo ano. E também teremos que ser consistentes com o momento certo para escolho nosso segundo piloto", avisou, sem estipular uma data-limite para a definição sobre a vaga hoje de Jolyon Palmer. O alemão Nico Hülkenberg ainda tem contrato vigente com o time francês para o próximo campeonato. 

Piloto da Fórmula 1 entre 2006 e 2010, Kubica precisou se afastar da categoria em 2011 ao sofrer acidente em uma prova de rali. Ele sofreu lesões graves na mão e no braço direitos, além de fraturas pelo corpo. Como a recuperação foi lenta, perdeu espaço e ainda não conseguiu fazer seu retorno ao grid.

Últimas de Esporte