Dembélé evita se comparar a Neymar no Barça e vê Messi como 'melhor da história'

Francês foi apresentado no clube catalão nesta segunda-feira

Por O Dia

Barcelona - Contratado com o status de quem acabou se tornando a segunda contratação mais cara da história do futebol, o atacante Ousmane Dembélé foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira como novo reforço do Barcelona e exibiu humildade ao evitar se comparar com Neymar, a quem está substituindo depois de o brasileiro ter se transferido ao Paris Saint-Germain. Além disso, o jogador lembrou que ainda é muito jovem e que chega, entre outras coisas, para "aprender com Lionel Messi".

Dembélé foi apresentado no BarcelonaAFP

O francês de 20 anos de idade foi adquirido pelo Barça junto ao Borussia Dortmund por 105 milhões de euros (cerca de R$ 388,9 milhões), mesmo valor pago pelo Manchester United para tirar o seu compatriota Paul Pogba da Juventus, mas o acordo acertado pelo clube espanhol também prevê pagamentos de bônus que podem fazer a transação chegar a 147 milhões de euros (aproximadamente R% 544,5 milhões).

Neymar, que abriu espaço para a chegada de Dembélé ao ir para o PSG, se tornou a mais cara contratação do futebol em todos os tempos depois de o clube da capital francesa pagar os 222 milhões de euros (algo em torno de R$ 821 milhões na cotação do dia de acerto) de multa contratual para contar com o atacante.

Tendo em vista o ocorrido, o Barça estabeleceu incríveis 400 milhões de euros (cerca de R$ 1,4 bilhão) como o valor da rescisão de contrato do seu mais novo reforço, que assinou um acordo de cinco anos com a equipe catalã. E na sua apresentação o francês exibiu um discurso realista e sem deixar se deslumbrar com a quantidade enorme de dinheiro desembolsada pelo clube para contar com o seu futebol.

Ao evitar comparações com o astro recém-contratado pelo PSG, Dembélé destacou: "Há uma grande diferença entre Neymar e eu. Ele é um dos melhores jogadores do mundo e eu sou muito jovem. Só tenho 20 anos. Estou tentando crescer e venho para este grande clube para crescer ainda mais".

O atacante chega ao Barça para formar um tridente ofensivo com dois dos maiores atacantes da atualidade, sendo que um deles, Lionel Messi, foi qualificado pelo francês nesta segunda-feira como "o melhor jogador do mundo e da história do futebol".

"É uma honra e um prazer jogar com Leo Messi, quero aprender com ele porque é o melhor jogador do mundo e da história do futebol. Estou muito feliz de poder evoluir junto com o seu time. Quero aprender muito com ele e saber como se comporta dentro e fora de campo", ressaltou.

Dembélé também assegurou nesta segunda que o altíssimo valor pago pelo Barcelona para contratá-lo não o faz se sentir pressionado a mostrar logo de cara que o investimento em seu futebol valeu a pena. "Não me coloco pressão, esse é o mercado das transferências, que voltou 'um pouco louco' (nesta janela de transferências). Tenho 20 anos e não presto atenção nestas quantidades (de dinheiro)", garantiu.

A torcida, porém, está ansiosa para vê-lo jogar ao lado de Messi e Suárez. Isso ficou claro nesta segunda, quando o Barça informou que mais de 17 mil torcedores foram ao estádio Camp Nou para ver o jogador de perto já em sua apresentação oficial desta segunda, na qual vestiu a camisa 11, número que antes era envergado por Neymar no clube espanhol. "É um sonho que se tornou realidade assinar com o Barcelona", comemorou o reforço, que espera ao menos repetir, a partir desta temporada europeia, o futebol que o colocou em evidência pelo Borussia Dortmund.

Pelo clube alemão, Dembélé foi o jogador com maior número de dribles registrados na última edição do Campeonato Alemão, com 103 ao total, assim como no ciclo 2016/2017 a jovem promessa marcou dez gols em 49 jogos e foi o terceiro atleta com mais assistências do futebol europeu na última temporada ao dar 20 passes que resultaram em bolas na rede em todas as competições que disputou.


Últimas de Esporte