Seleção brasileira deixa hotel no Rio de Janeiro sob vaias e protestos

Grupo segue rumo à Granja Comary, em Teresópolis, onde dará início a preparação para a Copa do Mundo

Por O Dia

Rio - A seleção brasileira não escapou da onda de protestos que acontecem em todo o país. Nesta segunda-feira, os professores, que estão em greve desde o dia 12 de maio, foram até o hotel onde os jogadores se apresentavam para a Copa, no Rio de Janeiro.

>>> GALERIA: Confira as imagens da manifestação dos professores

Coordenadora do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio (Sepe), Susana Gutierrez afirmou que o objetivo da manifestação é chamar a atenção para a causa da categoria: "Aproveitamos o momento em que a imprensa e muitas pessoas estariam reunidas para explicar os motivos da nossa greve e pedir apoio. Se tem dinheiro para a copa, por que não há para a Educação?".

Professores cercaram o ônibus da SeleçãoCarlos Moraes / Agência O Dia

Professores tomam o Galeão

Após a saída do ônibus com a equipe da seleção rumo à Granja Comary, em Teresópolis, os manifestantes fizeram um 'rolezinho' no aeroporto. "Em um ato pacífico, paramos no saguão, entregamos folhetos e expomos à população a precariedade das escolas e outras problemas no setor", disse a coordenadora.

Na próxima quarta-feira, haverá uma audiência pública do Sepe com a Secretaria Municipal de Educação. Porém, o sindicato pede uma reunião com o governador Luiz Fernando Pezão e o prefeito Eduardo Paes.

Professores foram até o hotel onde a seleção brasileira se apresentava para protestarCarlos Moraes / Agência O Dia

No momento que os comandados de Felipão deixavam o local rumo à Granja Comary, em Teresópolis, os manifestantes cercaram o ônibus, bateram no veículo, e colaram diversos adesivos com críticas aos gastos do Mundial. Apesar da dificuldade, o automóvel deixou o hotel sob forte escolta policial.

A única ausência do grupo é o lateral-esquerdo Marcelo. O jogador foi liberado para se juntar ao elenco na terça-feira, pois disputou a final da Liga dos Campeões, entre Real Madrid e Altético de Madrid, no último sábado.

Professores também foram protestar no Galeão e estenderam faixas em inglês para chamar atenção do público estrangeiroLeitora Bruna Barbosa

Quando chegarem na cidade da região serrana do Rio, os jogadores passarão por uma série de exames médicos para comissão técnica ter conhecimento da situação física da equipe. A partir da conclusão desta etapa, o técnico Luiz Felipe Scolari vai dar início a preparação visando a Copa. A estreia do Brasil é diante da Croácia, no dia 12 de junho.


Últimas de _legado_Copa do Mundo