Vaias em amistoso do Brasil não assustam Felipão: 'São normais'

Técnico da Seleção não teme reação negativa dos torcedores no Mundial: 'Todos estão prontos para essa possibilidade'

Por O Dia

São Paulo - O Brasil teve um real teste de fogo na despedida dos amistosos antes da Copa do Mundo. A Sérvia fez um jogo duro e complicou a vida da Seleção, que venceu por 1 a 0. O saldo foi positivo na primeira partida de Felipão no comando da equipe canarinho no Morumbi. Na coletiva, o treinador garantiu um bem-estar na estreia na cidade paulistana e ainda fez elogios ao adversário desta sexta. Por outro lado, em relação às vaias da torcida em determinados momentos do jogo, o técnico não mostrou desespero. Felipão garantiu que a reação negativa dos torcedores é algo normal e que toda a equipe está preparada para enfrentar.

Felipão revela ansiedade para a estreia brasileira na Copa do MundoDivulgação

FOTOGALERIA: Os melhores momentos do último teste da Seleção antes da Copa

"As vaias são normais. Apareceram lá em Goiânia e em outros locais também quando jogamos numa condição diferente do normal. Não foi problema para nenhum dos nossos jogadores. Eles estão totalmente preparados e cientes de que quando não se joga bem sempre há alguma discordância da torcida. Tenho certeza de que no fim do jogo a maior parte da torcida saiu satisfeita. Só temos de agradecer ao torcedor. Acredito que foi um cartão de visita bem legal para o jogo contra a Croácia", disse Felipão, que ainda minimizou a pressão sobre a atuação irregular do craque Neymar.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da seleção brasileira na Copa do Mundo

"É normal. Igual a Portugal com Cristiano Ronaldo, Argentina com Messi e outras seleções que possuem atletas que desequilibram. Cabe a nós buscar situações que o Neymar, mesmo marcado, possa somar de alguma forma e que o resto do time possa chegar e resolver", comentou.

Confira os principais trechos da entrevista de Felipão

Elogios para a Sérvia

A equipe é muito boa. Foi difícil termos o controle da bola porque eles têm grande qualidade. Só não vieram para a Copa em razão daquela derrota para a Croácia. Gostei muito do time da Sérvia, aliás, quando eu vi a postura tática sabia que seria um jogo muito difícil.

Marcação pressão

O ataque fez um bom jogo e a marcação foi boa, no geral. No segundo tempo a equipe conseguiu acertar isso. Não é fácil fazer a marcação nos 90 minutos. Existem determinados momentos do jogo que precisamos ter mais atenção. A Sérvia mesmo complicou um pouco o jogo. Acredito que contra a Croácia teremos uma melhor condição física e então acho que isso estará ainda melhor e possível de fazer por todo o jogo.

Dificuldade em pouco espaço

Jogamos com o Panamá e eles tinham todos os jogadores na parte de trás. Hoje os dois atacantes jogaram quase como volantes no primeiro tempo. Atuamos em 50 ou 60 metros, no máximo. É muito difícil sair e se deslocar assim. O trabalho que fizemos na Granja, em espaço reduzido, serve para este tipo de jogo. Um espaço muito pequeno dificulta demais. Se não houver um passe com muita correção acabamos tomando um contra-ataque. Precisamos nos preocupar em não tomar o gol porque sempre teremos oportunidade de marcar. Mas é preciso ter calma, claro.

Equipe pronta e ansiosa para a Copa

Acho que fizemos tudo que podíamos quanto a essa questão de planejamento. É claro que estamos ansiosos para este início. Todos querem jogar a Copa. Então é o que digo para eles: 'Aproveitem essas folgas do fim de semana. Depois de domingo encerrou. Aí será foco total na Copa do Mundo'. Numa palestra disseram para eles que vão dedicar 30 dias das vidas para a Seleção, mas se formos campeões estaremos recompensados por 1431 dias. Temos de focar muito.

Boas opções no banco

Willian, Bernard, Fernandinho... Eu tenho bons problemas, boas opções. Se tiver alguma dificuldade sei que posso colocar esses ou outros jogadores que eles vão render o que a gente precisa numa organização que prevemos e temos treinado. Tenho uma excelente Seleção. Não posso falar só de um ou outro, mas quando eu precisar colocar alguém sei que vai render até mais do que está jogando.

FredReuters

Gol valioso para Fred

Foi muito importante até porque pela manhã ele estava dizendo: 'Eu vivo de gols, preciso fazer'. Estamos tirando essa ideia do Fred. Ele é um dos que podem fazer, mas se outro jogador marcar também estará ótimo. No geral foi bom para mostrar que ele está voltando para sua melhor forma. Uma ou duas bolas no jogo e ele faz. Ele vai se sentir mais confiante. Esperamos que ele continue nessa evolução até porque hoje ele não fez só o gol, mas ajudou companheiros e até criou espaços.

Foco nas bolas parada na reta final

Podemos melhorar bastante a bola parada. Ainda desperdiçamos uma ou outra jogada que podemos aproveitar. Temos jogadores bons de cabeceio e bola aérea e acho que esse é o nosso enfoque maior nessa última semana. Fisicamente não temos que acrescentar mais nada, taticamente é que ainda podemos equilibrar alguma coisa.

Oscar como segundo homem?

É difícil que eu use o Oscar nessa posição, mas sim numa lateral ou um setor mais à frente, porque ele se movimenta bastante. Tenho sempre alguém como opção nessa posição, como o Fernandinho e o Ramires no banco.

Maicon não preocupa

Ele levou uma joelhada nas costas, coxa, ou alguma parte assim. Não sei bem especificar o lugar. Mas está tudo bem com ele. Está tudo tranquilo. Não há problema algum.

Últimas de _legado_Copa do Mundo