Alejandro Sabella afirma que não se incomoda com 'avaliações' de Messi

Treinador afirmou que a Argentina irá encarar o Irã, no Mineirão, no esquema de 4-3-3

Por O Dia

Minas Gerais - O técnico da Argentina, Alejandro Sabella, garantiu nesta sexta-feira que não se incomodou com o pedido público de Lionel Messi depois da estreia contra a Bósnia para que a equipe fosse mais ofensiva na Copa do Mundo.

"Não me incomodaram as avaliações de Leo. Além disso, manifestou o que já tinha dito anteriormente. Fez isso com respeito e é algo que já sabíamos. Vivemos em um clima de cordialidade e se respira um espírito de grupo na concentração", enfatizou o técnico.

Técnico da Argentina não liga para avaliações de MessiEfe

"De futebol falo com os jogadores porque é bom ter um retorno deles, e sempre se aprende. Amanhã vamos jogar no 4-3-3 e depois vamos ver como se desenrola a partida", declarou Sabella em entrevista coletiva na qual esteve acompanhado pelo meia Augusto Fernández.

"Não fecho nenhuma porta, nem possibilidade alguma. O esquema principal é o 4-3-3, mas, se temos que mudar, mudaremos. Todos podemos nos equivocar", advertiu.

A respeito das declarações do capitão, Sabella esclareceu: "Vivemos em um clima de liberdade e de segurança. O técnico decide quem vai à coletiva e na segunda-feira defini que Messi iria. Eu decido quem vai falar e eles dizem o que querem".

Além de esclarecer que a decisão de mudar o esquema tático no intervalo do jogo contra a Bósnia foi tomada por ele, Sabella disse que não conversou com Messi depois do jogo. Sobre o Irã, rival de amanhã, Sabella ressaltou que a equipe deve ser respeitada e encarada com humildade.

"Temos que manter a concentração e a humildade até o último minuto. Não há rivais frágeis porque é uma partida de Copa do Mundo e não podemos subestimar ninguém", avaliou. Por fim, o treinador argentino fez críticas ao estado do gramado do Mineirão, mas salientou que confia que estará recuperado para o jogo de sábado.

Últimas de _legado_Copa do Mundo