Em meio à tragédia familiar, treinador da Suíça anuncia a sua aposentadoria

Ottmar Hitzfeld recebeu a notícia da morte de seu irmão mais velho na segunda-feira à noite; durante a coletiva, confirmou que não irá mais trabalhar como treinador

Por O Dia

São Paulo - Não foi apenas a forma dramática como viu a Suíça ser derrotada nesta terça-feira que abalou as emoções do alemão Ottmar Hitzfeld. Se não bastasse ver sua equipe cair na Copa do Mundo a três minutos do final da prorrogação, quando o jogo já caminhava para a disputa de pênaltis, ele ainda precisou lidar com uma tragédia familiar: na segunda-feira à noite, ele recebeu a notícia de que seu irmão mais velho, que estava internado em um hospital da Alemanha, tinha morrido.

Ottmar Hitzfeld não vai mais trabalhar como técnicoEfe

Após o assessor de imprensa da seleção suíça abrir a coletiva dizendo que Hitzfeld, de 65 anos, não responderia perguntas pessoais, o treinador foi perguntado de aquele teria sido seu último jogo no comando do time europeu. "Vou trabalhar para uma emissora de TV da Alemanha e vou continuar assistindo às partidas, mas meu trabalho como técnico terminou aqui e tenho muito orgulho de minha carreira. Foi muita sorte ter ficado à frente de excelentes equipes e tive a grande honra de trabalhar para a Suíça. Por isso que tenho orgulho de dar adeus", afirmou

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Hitzfeld foi duas vezes campeão da Liga dos Campeões, pelo Borussia Dortmund, em 1997 e Bayern de Munique, em 2001, além de ter sido várias vezes campeão nacional na Alemanha e Suíça. No comanda da seleção suíça desde 2008, havia a expectativa de que ele pudesse prolongar seu contrato até a Eurocopa de 2016, mas a eliminação desta terça-feira no Itaquerão antecipou seus planos de aposentadoria.

Mesmo saindo eliminado do Mundial, Hitzfeld se mostrava satisfeito com o desempenho da Suíça. “Fiz questão de entrar em campo e abraçar cada um de meus atletas. Foi uma derrota muito sofrida, mas isso faz parte da magia do futebol. Meus jogadores foram fabulosos. Infelizmente faltou melhor condição física no final”, lamentou o agora aposentado Hitzfeld.


Reportagem de Marcelo Laguna

Últimas de _legado_Copa do Mundo