A hora da verdade para Argentina e Alemanha

Na primeira final de Copa, Maradona ergueu o troféu. Na segunda, Matthäus fez a festa

Por O Dia

Rio - A Copa das Copas terá a final das finais — a mais repetida na história. Argentina e Alemanha decidem o Mundial de 2014 com o peso da tradição e de uma das maiores rivalidades na principal competição de futebol do planeta: são cinco títulos e 13 finais. No confronto direto, porém, argentinos e alemães somam duas disputas de título e vão travar a ‘negra’, neste domingo, no Maracanã.

Argentina e Alemanha fazem tira-teima no MaracanãArte%3A O Dia Online

Comandados pela genialidade de Maradona, os argentinos levaram a melhor em 1986, no México. Diante de 114.600 pessoas, fizeram 2 a 0 com Brown e Valdano, mas viram o adversário empatar com Rummenigge e Völler. A seis minutos do fim, no entanto, Dieguito pôs Burruchaga na cara de Schumacher para garantir o bi aos hermanos.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Em 1990, na Itália, os alemães deram o troco e chegaram ao tri em pênalti duvidoso, marcado pelo juiz mexicano Edgardo Codesal, de Sensini em Völler. Brehme cobrou, aos 40 do segundo tempo, e decretou a vitória por 1 a 0.

A decisão de hoje marca o sétimo duelo entre as equipes em Copas: são três vitórias da Alemanha (1958, 1990 e 2010), uma da Argentina (1986) e dois empates (1966 e 2006). Ao todo, são 20 jogos, com nove vitórias dos hermanos, seis dos germânicos e cinco empates (28 gols para cada lado).

Últimas de _legado_Copa do Mundo