Sem piedade, Espanha aplica uma goleada histórica sobre o Taiti

Duelo contra atuais campeões mundiais evidenciou fragilidade de equipe da Oceania. Tranquila, Fúria lidera grupo

Por O Dia

Rio - A expectativa para o duelo entre Davi e Golias no Maracanã, na tarde desta quinta-feira, pela Copa das Confederações, se concretizou. Mesmo empurrada pela torcida, a seleção do Taiti foi goleada pela Espanha por 10 a 0 e viu sua chance matemática de avançar para a próxima fase se esgotar ainda mais. Fernando Torres, David Villa, David Silva e Juan Mata foram os responsáveis pelos gols da Fúria. O placar é histórico e se estabelece como a maior goleada da competição.

Vaiada durante as primeiras trocas de passes, os reservas da seleção espanhola não demoraram para abrir ao placar. Aos quatro minutos, Fernando Torres invadiu a área pela esquerda, chutou rasteiro e ainda contou com a ajuda do goleiro Roche, que falhou ao tentar defender.

A Espanha seguiu pressionando, e Torres voltou a assustar em seguida, com uma bomba de fora da área que passou por cima do gol. Os taitianos, que recebiam gritos de apoio quando chegavam à bola, não demonstraram abatimento e seguiram a partida com tranquilidade, jogando sem recuar. A equipe, no entanto, encontrava clara dificuldade com a impiedosa marcação dos atuais campeões mundiais.

Roche ainda impediu que o placar fosse maior. Aos 29 minutos, o goleiro fez uma boa defesa diante de um chute de Cazorla na entrada da área. Três minutos depois, no entanto, ele não foi páreo para David Silva, que recebeu de David Villa na entrada da área e ampliou para a Espanha. Fernando Torres, no minuto seguinte, recebeu lançamento, driblou Roche e, com o gol vazio, fez o terceiro.

Não demorou para, poucos lances depois, Villa marcar o quarto. A Espanha chegou em contra-ataque, o atacante recebeu e tocou na saída do goleiro para aumentar o placar. Os espanhóis, ainda assim, não se cansaram e voltaram a dar trabalho antes do fim do primeiro tempo - Juan Mata, já aos 46 minutos, tentou um voleio, mas pegou mal na bola e mandou para fora.

A segunda etapa teve início com poucas mudanças em campo. Tapete vermelho para a Espanha ampliar. E o gol veio aos três minutos, com David Villa, que recebeu de Moreal e mandou para o fundo da rede com facilidade. Aos 11 minutos, Navas viu Fernando Torres livre e cruzou para o atacante, que marcou o seu terceiro na partida - o sexto da Fúria.

Espanha aplicou uma goleada histórica sobre o TaitiUanderson Fernandes / Agência O Dia

Os gritos eram de "vamos virar, Taiti", mas o Maracanã voltou a ver os espanhóis balançarem a rede aos 18 minutos. Sozinho na área, David Villa chutou para o fundo do gol vazio após Roche sair mal para a defesa. No minuto seguinte, Juan Mata não teve dificuldades em marcar o oitavo diante do goleiro taitiano.

Um dos únicos momentos de comemoração para Taiti veio aos 32 minutos. Navas cruzou pela direita, a bola resvalou na mão de Vallar e o árbitro marcou pênalti. Roche não defendeu, mas não deixou de vibrar quando Fernando Torres mandou a bola no travessão. O atacante, no entanto, no lance seguinte, marcou o nono após driblar o goleiro. Sem dó, David Silva encerrou a goleada mandando com força para o fundo da rede.

Com o resultado, a Espanha lidera o Grupo B da Copa das Confederações com seis pontos. O Taiti, que não pontuou, é o último colocado.

Últimas de _legado_Copa das Confederações