Sob a batuta de Forlán, Uruguai vence a Nigéria na Arena Fonte Nova

Em seu 100º jogo, craque faz gol e dá assistência para Lugano

Por O Dia

Bahia - Eleito o melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, Forlán mostrou que ainda pode fazer a diferença. Reserva na estreia uruguaia na Copa das Confederações, o craque ganhou chance como titular nesta quinta-feira e não decepcionou. O jogo já era especial para Forlán, que completou 100 partidas pela Celeste. E ficou ainda mais por sua atuação. O craque fez o gol da vitória sobre a Nigéria na Arena Fonte Nova: 2 a 1.

Forlán brilha na vitória do UruguaiCarlos Moraes / Agência O Dia

Além de marcar, Forlán ainda participou do primeiro gol. Foi dele o cruzamento para Lugano estufar a rede. Com a vitória, o Uruguai se mantém vivo e embolou o Grupo B da Copa das Confederações. A Espanha lidera com seis pontos. Nigéria e a Celeste têm tres (os africanos aparecem em segundo por causa do saldo de gols). Taiti é o lanterna com zero ponto.

Na próxima rodada, no domingo, às 16h, o Uruguai enfrenta o Taiti na Arena Pernambuco. No mesmo dia e horário, a Nigéria encara a Espanha no Castelão.

O JOGO

O Uruguai partiu para cima da Nigéria no começo do duelo. O cartão de visita foi um chute de Rodríguez, logo no primeiro minuto. Enyema conseguiu defender. A resposta nigeriana foi com Ideye. Muslera defendeu o arremate em dois tempos.

Ainda superior, a Celeste abriu o placar aos 18 minutos. Forlán cruzou pela esquerda, Cavani furou, mas Lugano empurrou para o fundo da rede. O jogo pegou fogo na reta final do primeiro tempo. A Nigéria conseguiu empatar com Obi Mikel. Ele recebeu na entrada da área, passou por Lugano como quis e bateu com categoria: 1 a 1.

As duas equipes se lançaram ao ataque. O duelo ficou franco. Musa assustou em chute de longe. O troco do Uruguai foi na mesma moeda, com arremate de González de fora da área. A bola passou perto do gol de Muslera. O goleiro salvou a Celeste depois de cabeçada de Omeruo.

No segundo tempo, logo aos cinco minutos, o Uruguai conseguiu encaixar um contra-ataque. Cavani rolou para Forlán. O jogador do Internacional acertou uma bomba: 2 a 1. A Nigéria tentou pressionar, mas se expôs. Em uma descida, Cavani teve chance de ampliar, mas chutou para fora.

O empate da Nigéria quase saiu. Arévalo tentou cortar e por pouco não fez contra. Depois, Cavani teve nova chance de fazer gol, mas cabeceou para fora. A Celeste conseguiu conter as tentativas dos africanos e segurou a vitória. Triunfo no talento de Forlán.

Últimas de _legado_Copa das Confederações