Cáceres é o cara de Mano Menezes contra o Galo

Paraguaio volta amanhã ao time. Com ele, treinador ainda não perdeu no comando do Fla

Por O Dia

Rio - Cáceres treinou nesta sexta entre os titulares, no CT do Brasiliense, e volta à equipe, no domingo, diante do Atlético-MG, às 16h, no Mané Garrincha. Com ele em campo, Mano Menezes conquistou suas quatro vitórias e ainda não perdeu no comando do Flamengo. Na contramão do que costuma se dizer sobre os produtos paraguaios, vem do outro lado da Ponte da Amizade o jogador que legitima, até aqui, o trabalho do treinador no Rubro-Negro.

Mano Menezes deve escalar Cáceres contra o GaloUanderson Fernandes / Agência O Dia

“Fizemos um planejamento para o Cáceres se juntar ao grupo em Brasília. Ele fez uns trabalhos com bola, enquanto estávamos em Salvador, treinou bem e vamos analisar as horas seguintes. Foi uma lesão chatinha, que deixa dor residual. Se seguir como está, acredito que jogue”, disse Mano Menezes, que só não escalará Cáceres no caso de o volante voltar a sentir, no treino de sábado, o problema na coxa direita que o tirou dos últimos três jogos.

Após a derrota para o Botafogo, na semifinal da Taça Guanabara, por 2 a 0 e para o Resende, na estreia da Taça Rio, por 3 a 2, Dorival Júnior foi demitido, e Cáceres ficou fora da equipe por 15 jogos. Só voltou ao time na estreia de Mano, em amistoso contra o São Paulo vencido por 1 a 0, no Parque do Sabía.

O Flamengo venceu três partidas oficiais, sob o comando de Mano: Vasco, pelo Campeonato Brasileiro, e ASA duas vezes, pela Copa do Brasil, sempre com Cáceres como titular. O paraguaio também foi escalado de início no empate com o Coritiba em 2 a 2.

Nos últimos três jogos, Mano não pôde contar com o volante. O treinador viu seu time sofrer cinco gols — média de 1,66 por partida — e ser derrotado por Internacional e Bahia, além de empatar com o Botafogo. A sequência ruim empurrou o Rubro-Negro para a 17ª posição, na zona de rebaixamento. Com Cáceres em campo, o time sofreu, em média, menos da metade dos gols. Foram três em quatro jogos — 0,75 por partida.

O paraguaio estará livre de marcar Ronaldinho. O ex-camisa 10 da Gávea não será escalado por Cuca para o jogo de amanhã. A assessoria de imprensa do Atlético-MG informou que a escolha por Rosinei foi técnica. Jô faz tratamento no joelho direito, mas ainda não foi vetado. Junior Cesar está fora, pois está emprestado pelo Flamengo.

Retranca para não ser bicado pelo Galo

A entrada de Cáceres é preventiva. Há três jogos sem vencer, Mano Menezes não quer seu time exposto contra o Atlético-MG, atual campeão da Libertadores. O Flamengo jogará com três volantes. Além do Paraguaio, Luiz Antonio e Elias protegerão a zaga.

Gabriel também está de volta ao time titular. A dúvida de Mano é quem será o companheiro de Marcelo Moreno. Paulinho e Carlos Eduardo disputam a vaga. Há a possibilidade remota de os dois começarem a partida, com Luiz Antonio no banco.

“A escalação não é tão importante quanto o padrão e a filosofia de jogo. Falei com os jogadores que, independentemente da formação, é preciso ter uma filosofia”, disse Mano.