Flamengo decepciona a torcida de novo e amarga a segunda derrota seguida

Samuel, atacante emprestado pelo Fluminense, entra no segundo tempo e dá a vitória ao Goiás na Arena Pantanal

Por O Dia

Cuiabá - O Flamengo praticamente jogou em casa, teve a torcida a favor, mas novamente decepcionou e amargou a segunda derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro apresentou os velhos erros. Teve maior posse de bola, mas penou ofensivamente, produzindo pouco e insistindo em cruzamentos. O Goiás se aproveitou para dar o bote na hora certa e venceu por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Arena Pantanal, com um toque de Fluminense. O gol foi marcado por Samuel, que está emprestado pelo Tricolor.

Flamengo pecou no ataque e perdeu para o GoiásFutura Press

A segunda derrota seguida liga o alerta no Flamengo, que caiu para a 12ª posição e continua com 25 pontos. A "confusão", termo usado por Vanderlei Luxemburgo em referência à zona de rebaixamento, volta a assustar. A vantagem rubro-negra para o Coritiba, primeiro na zona da degola, diminuiu para cinco pontos. O Goiás pulou para 27 pontos, ultrapassou o Fla e está em nono, com 27 pontos.

Na próxima rodada, neste domingo, às 16h, o Flamengo encara o Corinthians no Maracanã. O Goiás também joga no domingo, às 18h30, e encara o Criciúma no Heriberto Hülse.

O jogo

O Flamengo teve a primeira grande chance. Everton, que voltou ao time após cumprir suspensão, desceu pela esquerda e cruzou para Márcio Araújo. O volante, livre, não cabeceou bem e desperdiçou a oportunidade. O Rubro-Negro tinha maior posse de bola, mas faltava qualidade para criar. O time errava no último passe e no cruzamento. O Goiás equilibrou as ações e passou a ser melhor em campo.

O Esmeraldino assustou com Esquerdinha. Ele arriscou de fora da área e quase acertou o ângulo de Paulo Victor. O goleiro rubro-negro salvou o time pouco tempo depois. Após cobrança de escanteio, Erik cabeceou, mas Paulo Victor voou e tocou na bola, que ainda bateu na trave. No rebote, o goleiro defendeu mais uma vez. A resposta do Flamengo foi com Eduardo da Silva, titular no ataque. Ele tentou encobrir Renan, que mandou a escanteio. O atacante croata buscou jogo, mas teve atuação discreta na primeira etapa.

O Flamengo ameaçou logo no primeiro minuto. Everton roubou a bola, mas chutou para fora. Depois, Eduardo da Silva emendou de primeira, mas parou em Renan. O Goiás respondeu com Tiago Real, que mandou para fora após jogada pela direita. Luxemburgou fez duas mudanças de uma vez. Gabriel e Arthur entraram. Márcio Araújo e Eduardo da Silva saíram. O meia-atacante quase marcou, mas Renan espalmou. O Esmeraldino lançou Samuel, atacante ex-Fluminense, e se saiu melhor. Em contra-ataque, Erik lançou Samuel. Ele aproveitou espaço e chutou de primeira: 1 a 0.

Luxa tentou a última cartada, com Mugni na vaga de Recife. De nada adiantou. O Flamengo continuou com maior posse de bola, mas não criava e resumia as ações com cruzamentos, sempre errados, e amargou a segunda derrota seguida no Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 1X0 FLAMENGO

Estádio: Arena Pantanal
Público e renda: 38.405 presentes / 33.278 pagantes / Renda de R$ 1.904.830,00
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
Gols: Samuel (Goiás, aos 25' do 2ºT)
Cartão amarelo: -
Cartão vermelho: -

GOIÁS: Renan; Valmir Lucas, Jackson, Felipe Macedo e Léo Veloso; David, Thiago Mendes, Esquerdinha (Ramon, aos 31' do 2ºT) e Tiago Real (Samuel, aos 18' do 2ºT); Murilo Henrique (Liniker, aos 40' do 2ºT) e Erik; Técnico: Ricardo Drubscky.

FLAMENGO: Paulo Victor; Léo Moura, Wallace, Marcelo e João Paulo; Recife (Mugni, aos 30' do 2ºT), Márcio Araújo (Gabriel, aos 18' do 2ºT), Canteros e Everton; Eduardo da Silva (Arthur, aos 18' do 2ºT) e Alecsandro; Técnico: Vanderlei Luxemburgo.