Por acordo, Guerrero não joga contra o Corinthians e Sheik será analisado

Presidentes do Flamengo e do Timão vão discutir a situação sobre a liberação de Emerson para o jogo no dia 12 de julho

Por O Dia

Ainda na Copa América, Guerrero não poderá estrear contra o Corinthians, no dia 12 de julhoReprodução Internet

Rio - Após marcar os três gols da vitória do Peru na quinta-feira, Guerrero ficará com a sua seleção pelo menos até o dia 5 de julho. Com isso, sua estreia pelo Flamengo, que poderia ser no dia 12 de julho, contra o Corinthians, não acontecerá. Isso porque a diretoria do Timão fez um acordo com o presidente Eduardo Bandeira de Mello. A decisão, portanto, afasta a possibilidade de o camisa 9 rubro-negro fazer sua estreia justamente contra seu ex-time. Além do Peruano, Sheik também pode não entrar em campo, mas seu caso ainda será analisado.

"Existe uma solicitação, sim, somente para o jogo de julho, por conta dos acordos com os atletas. Acho pouco provável que não se chegue a um acordo sobre isso", disse Rodrigo Caetano à ESPN.

Já o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, foi enfático ao afirmar que a dupla de atacantes não atuará pelo Flamengo maneira alguma contra o Timão por questõs contratuais.

"É verdade (sobre Sheik), tem até multa no contrato. O Guerrero, o contrato dele iria até 15 de julho e o jogo nosso com o Flamengo é no dia 12. Só que, na quarta-feira que antecedeu Corinthians e Palmeiras ele resolveu não jogar, porque teve um problema no aeroporto depois do jogo com o Fluminense. Já sabíamos que ele não ia renovar, então eu conversei com o seu agente, ele abriu mão do salário. Mas eu pedi que ele não jogasse contra o Corinthians. O Sheik é quase igual, mas eu ainda continuo pagando o salário dele. O presidente do Flamengo concordou e eles não jogam contra o Corinthians", afirmou, em entrevista à TV Bandeirantes.

Outro ex-Corinthians, Sheik terá seu caso analisado pela diretoria do FlamengoBruno de Lima/Agência O Dia

Caso não estejam em campo no dia 12, o torcedor do Fla só poderá ver a dupla ex-Corinthians atuando no Maracanã, no dia 18 de julho, diante do Grêmio, em jogo válido pela 14ª rodada do Brasileirão.