Por acordo, Guerrero não joga contra o Corinthians e Sheik será analisado

Presidentes do Flamengo e do Timão vão discutir a situação sobre a liberação de Emerson para o jogo no dia 12 de julho

Por edsel.britto

Ainda na Copa América, Guerrero não poderá estrear contra o Corinthians, no dia 12 de julhoReprodução Internet

Rio - Após marcar os três gols da vitória do Peru na quinta-feira, Guerrero ficará com a sua seleção pelo menos até o dia 5 de julho. Com isso, sua estreia pelo Flamengo, que poderia ser no dia 12 de julho, contra o Corinthians, não acontecerá. Isso porque a diretoria do Timão fez um acordo com o presidente Eduardo Bandeira de Mello. A decisão, portanto, afasta a possibilidade de o camisa 9 rubro-negro fazer sua estreia justamente contra seu ex-time. Além do Peruano, Sheik também pode não entrar em campo, mas seu caso ainda será analisado.

"Existe uma solicitação, sim, somente para o jogo de julho, por conta dos acordos com os atletas. Acho pouco provável que não se chegue a um acordo sobre isso", disse Rodrigo Caetano à ESPN.

Já o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, foi enfático ao afirmar que a dupla de atacantes não atuará pelo Flamengo maneira alguma contra o Timão por questõs contratuais.

"É verdade (sobre Sheik), tem até multa no contrato. O Guerrero, o contrato dele iria até 15 de julho e o jogo nosso com o Flamengo é no dia 12. Só que, na quarta-feira que antecedeu Corinthians e Palmeiras ele resolveu não jogar, porque teve um problema no aeroporto depois do jogo com o Fluminense. Já sabíamos que ele não ia renovar, então eu conversei com o seu agente, ele abriu mão do salário. Mas eu pedi que ele não jogasse contra o Corinthians. O Sheik é quase igual, mas eu ainda continuo pagando o salário dele. O presidente do Flamengo concordou e eles não jogam contra o Corinthians", afirmou, em entrevista à TV Bandeirantes.

Outro ex-Corinthians, Sheik terá seu caso analisado pela diretoria do FlamengoBruno de Lima/Agência O Dia

Caso não estejam em campo no dia 12, o torcedor do Fla só poderá ver a dupla ex-Corinthians atuando no Maracanã, no dia 18 de julho, diante do Grêmio, em jogo válido pela 14ª rodada do Brasileirão.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia