Cristóvão Borges explica preferência por três volantes: 'arrumando a cozinha'

Treinador afirmou que equipe do Flamengo ficou mais madura

Por O Dia

Rio - Apesar do bom momento no Brasileirão, Cristóvão Borges ainda tem que lidar com a insatisfação da torcida do Flamengo com a sua escalação. O Rubro-Negro que vem de duas vitórias seguidas no Brasileirão vem atuando com três volantes, algo que não agrada muito aos torcedores. O comandante afirmou estar tranquilo com a cobrança e explicou a sua opção.

Cristóvão afirmou que desconfiança com o seu trabalho é normalDivulgação

"Sou bom cabrito. Bom cabrito não berra. Normal ter desconfiança na minha chegada. As pessoas às vezes torcem para um time e misturam as coisas. Sobre os três volantes. Nossa equipe defendia mal, por isso tomava muitos gols. A gente começa a arrumar pela cozinha, por isso os três volantes", disse.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

O treinador ainda fez uma análise sobre a evolução do Flamengo no Brasileiro. Segundo ele, a chegada de Emerson Sheik e Guerrero deram outra cara ao elenco rubro-negro.

"Eles são jogadores de muita experiência e qualidade. Nossa equipe ficou mais madura, nosso jogo está mais maduro e mais forte. Continuamos numa situação de jogos decisivos. Respiramos um pouco, mas estamos bastante alertas", disse o comandante.

Cristóvão ainda comentou o retorno de Ricardo Gomes ao futebol. O treinador do Flamengo era auxiliar do comandante do Botafogo, no período em que o primeiro comandava o Vasco e sofreu um AVC. "O retorno é muito especial. Já falei para ele que estou mais feliz do que ele próprio", concluiu.