'Flamengo jogou muito bem sem eles', diz Oswaldo sobre os afastados do time

Técnico falou sobre a situação de Alan Patrick, Paulinho, Pará, Marcelo Cirino e Alan Patrick e não descartou reintegração

Por O Dia

Rio - O Flamengo fez um ótimo primeiro tempo, mas se viu perdido na etapa final e acabou amargando uma derrota por 2 a 0 para o Grêmio neste domingo. Sem os cinco jogadores afastados, sendo quatro deles titulares nas últimas partidas, o meio-campo ficou menos desenvolvido, mas apesar das ausências, o Rubro-Negro se virou bem, principalmente pelas laterais. O desempenho da equipe fez com que Oswaldo de Oliveira avaliasse o retorno dos atletas à equipe.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

"Acho que o Flamengo jogou muito bem sem eles, e vínhamos perdendo com eles. Isso não justifica. A situação é de outro âmbito, o disciplinar, não é técnico. Nisso tem que haver um consenso, e nós vamos conversar a respeito. O jogador profissional não precisa de um disciplinador. Precisa de um treinador técnico, de um orientador tático e um motivador mental. Esse é o meu papel. A disciplina ele tem que trazer da formação como jogador", disse o técnico.

Oswaldo de Oliveira falou sobre os jogadores afastadosDaniel Castelo Branco

Alan Patrick, Everton, Paulinho, Marcelo Cirino e Pará foram afastados do elenco por terem realizado uma festa durante a última semana, logo após a derrota do Flamengo para o Corinthians. Por serem reincidentes, os cinco foram punidos pelo clube, em conjunto com Oswaldo.

"Eles têm todo direito de se divertir onde quiserem. Eu tenho todo o direito de escolher os jogadores que quero para o meu time com o comportamento que eles têm. Temos um compromisso muito grande de reerguer o Flamengo", disse Oswaldo, que ainda completou falando sobre a possibilidade de reintegração dos atletas:

"Se ele se apresentar em condições, vai jogar. Se não tiver condições, e isso passa por vários setores, aí não vai jogar comigo."

Com 44 pontos, o Flamengo é o 11º colocado no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro encara o Goiás no domingo, às 17h, no Maracanã.