Sem pressão sobre Juan e confiança em Ederson

Jogadores tem histórico recente de muitas lesões

Por O Dia

Rio - O médico e o preparador físico do Flamengo, Márcio Tannure e Carlito Macedo, fizeram um alerta: não se pode esperar do zagueiro Juan um desempenho de jogador de 20 anos de idade. Tannure disse ainda que espera ver, em 2016, o melhor ano da carreira de Ederson.

E aproveitou para tentar desmistificar o termo infiltração. Ano passado, Guerrero recebeu medicação desta forma no tornozelo: “É qualquer procedimento subcutâneo. Anos atrás faziam para aliviar e mascarar a dor.”

Juan tem histórico de muitas lesõesGilvan de Souza / FlaImagem

NA BASE DO ‘ISSO AQUI É TRABALHO’

No primeiro dia de trabalho em Mangaratiba, região da Costa Verde do Rio, Muricy Ramalho apresentou o seu cartão de visitas. Após testes físicos, os jogadores tiveram contato com a bola. E, a todo momento, o treinador cobrava intensidade na atividade — deixando claro que implementará no Flamengo sua filosofia, conhecida pelo lema “isso aqui é trabalho.”

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Sempre muito enaltecido por Muricy nas entrevistas, Emerson Sheik, o mais velho do grupo, também tentava contagiar os companheiros. Entre os novatos, o volante Willian Arão e o zagueiro Antônio Carlos se destacaram. O primeiro foi elogiado por sua aplicação. Já o segundo, aplicou um lençol em César Martins, seu concorrente na posição.