Mancuello rechaça individualismo para o Flamengo ter dias melhores em 2016

Acostumado com pressão, apoiador pediu foco no Brasileiro

Por O Dia

Rio - Em menos de seis meses de Flamengo, Mancuello já experimentou momentos complicados pelo clube. Além de uma lesão que o deixou de fora dos gramados por algumas semanas, o argentino já encarou uma eliminação que gerou revolta nos torcedores. Em entrevista coletiva, nesta quinta-feira, o apoiador voltou a dizer que está acostumado com pressão.

"Joguei na Argentina em um time muito importante (Independiente). A gente não tem que mudar nada. Os únicos que podemos virar tudo isso somos nós. Se a gente tivesse correspondido de outra maneira no campo, a torcida receberia de outra forma", disse.

Apesar do momento complicado da equipe, o argentino vem agradando os torcedores por suas boas atuações. Mancuello espera poder aliar o bom desempenho técnico a uma fase coletiva melhor do Flamengo.

"Sou uma pessoa que não penso no individual. Flamengo me contratou para melhorar o time e para eu formar parte de um grande projeto da diretoria. É um time novo, tem muitos jogadores novos. Temos que adiantar a adaptação. Tem que treinar muito para chegar da melhor maneira no Brasileiro. Acredito que isso tem que servir para melhorar mais e para se entregar mais no Brasileiro", disse.

Mancuello ressaltou que é necessário virar a página, após a eliminação para o Vasco, no Carioca, e pensar nos próximos compromissos do Flamengo no ano.

"Sempre é ruim perder, ninguém gosta de perder, ainda mais num jogo importante e decisivo. E mais também pela quantidade de gente que foi ao estádio. Tínhamos obrigação de ganhar, estamos num clube muito grande. Tem que utilizar esse jogo para crescer bem para voltar bem ao Brasileiro", concluiu.