Zé Ricardo quer acabar com jejum do Flamengo em clássicos para manter boa fase

Rubro-Negro não vence os rivais cariocas há seis jogos e quer contra o Fluminense acabar com a marca negativa para seguir atrás do Palmeiras

Por O Dia

Rio - Já são nove jogos sem perder e a vice-liderança no Brasileirão, com apenas três pontos atrás do líder Palmeiras. Mesmo em boa fase, o Flamengo enfrenta um jejum na temporada: vitória em clássicos. São seis jogos sem saber o que é derrotar um rival. Contra o Fluminense, nesta quinta-feira, em Volta Redonda, Zé Ricardo quer encerrar a sequência negativa para seguir em busca do Palmeiras.

Zé Ricardo quer quebrar jejum do Fla em clássicos e seguir na briga pelo títuloGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

"Algumas coisas, pela magia que tem o futebol, a gente não explica. Em Natal jogamos melhor do que o Fluminense e fomos derrotados. Agora o Fluminense está em momento bem melhor do que em Natal e nós conseguimos mais equilíbrio na competição. O que passou, passou. As duas equipes se conhecem, a rivalidade é maior. Esse tipo de dado não interfere muito, mas não sei dizer por que o Flamengo não ganhou os últimos seis clássicos. Buscamos sempre melhorar nossa regularidade nos 90 minutos. É isso que estamos buscando", afirmou Zé em entrevista coletiva.

Após servirem a seleção brasileira e peruana respectivamente, Alex Muralha e Guerrero se reapresentaram no Ninho nesta quarta. O primeiro passou por uma avaliação e vai para o jogo, porém o peruano teve um papo com Zé Ricardo e acabou sendo cortado da viagem para Volta Redonda. Dessa forma, o treinador ainda terá a maior parte do elenco à disposição para o clássico contra o Fluminense.

"A única mudança da equipe deve ser a entrada do Paolo ou do Damião, além do Alex (Muralha). As trocas não têm feito tanta diferença porque fazemos as mesmas cobranças sobre os jogadores. Não deve ter grandes surpresas, não. Basicamente, o escopo da equipe é aquela que começou contra o Santa Cruz", disse o treinador.