Flu bate o Boavista em Bacaxá e segue líder com 100% de aproveitamento

Tricolor conquista uma vitória por 3 a 0 sobre a equipe da Região dos Lagos e retorna à liderança do Carioca

Por O Dia

Rio - O Fluminense está 100% no Campeonato Carioca. Precisando vencer para voltar à liderança da competição, o Tricolor derrotou o Boavista por 3 a 0, nesta quinta-feira, em Bacaxá, Saquarema. A equipe das Laranjeiras foi mais ofensiva na partida inteira, enquanto o time da Região dos Lagos pouco produziu. Por fim, a superioridade do Flu prevaleceu. Lucas Gomes abriu o placar e Fred fez o segundo e se isolou na artilharia do Estadual, com cinco gols. Jean marcou o terceiro, fechando o triunfo.

Fred balançou a rede de novo%3A foi o quinto gol do artilheiro no CariocaDivulgação

Com a vitória, o Fluminense segue líder do Campeonato Carioca, com 12 pontos. Já o Boavista ocupa a 12° colocação, com apenas um. O Tricolor volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Volta Redoda, às 19h, no Raulino de Oliveira. E a equipe da Região dos Lagos encara o Flamengo na quinta, às 19h30, no Maracanã.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca 

O jogo

Os segundos iniciais do jogo começaram agitados em Saquarema. Em menos de um minuto, o ataque do Boavista deu seu primeiro susto em Diego Cavalieri, que afastou com perigo, cara a cara com o jogador adversário.

O jogo começou lento, o Fluminense chegava mais, com mais posse de bola, porém, sem inspiração. Já a equipe da Região dos Lagos só assustou nos segundos iniciais e mal conseguia passar do meio de campo após a primeira chance.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Carioca 

Dominando a partida, o Tricolor seguia melhor. Ao 28 minutos, Robert recebeu na entrada da pequena área, rolou para Lucas Gomes, que mandou um foguete para Dida. O goleiro do Boavista até tocou na bola, mas não evitou o gol. 1 x 0 Flu em Bacaxá.

Ao abrir vantagem no confronto, o Fluminense ficou mais ofensivo, chegando com mais perigo ao ataque adversário e não dando espaço ao rival, que pouco ameaçava na primeira etapa.

TEMPO REAL: Acompanhe os jogos do Campeonato Carioca 

De volta ao segundo tempo, o time das Laranjeiras seguia superior na partida, arriscando mais em busca do segundo gol. Aos 7 minutos, Edson chutou de fora da área, Dida espalmou e a bola sobrou para Lucas Gomes se livrar da marcação e deixar para Fred empurrar para a rede. 2 x 0.

Logo após o gol do capitão tricolor, o Boavista teve ótima oportunidade. Anselmo ficou cara a cara com Diego Cavalieri, mas faltou pontaria e o atacante isolou a bola, desperdiçando a chance de diminuir a vantagem do Flu no jogo.

Com o segundo gol, o Tricolor ficou mais ofensivo no confronto e mostrava que estava atrás do terceiro. Enquanto o Boavista não oferecia risco algum à defesa do Fluminense.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense 

O jogo passou a ganhar ritmo lento na etapa final, até que Fred mostrou perigo ao desperdiçar uma chance clara de gol. Mesmo com o resultado assegurado, o Fluminense continuava a atacar.

Aos 44 do segundo tempo, teve tempo para Jean marcar o terceiro. Em uma confusão na área do Boavista, sobrou para o volante que, mesmo desequilibrado, balançou a rede, sacramentando a vitória tricolor.

Por fim, a superioridade o Fluminense prevaleceu em Bacaxá. O Boavista não demonstrou perigo no confronto e a vitória foi fácil para o Tricolor, que segue 100% no Campeonato Carioca.

BOAVISTA 0X3 FLUMINENSE

Estádio: Elcyr Resende de Mendonça (RJ)
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Gols: Lucas Gomes (Fluminense, aos 28' do 2ºT), Fred (Fluminense, aos 7' do 2ºT), Jean (Fluminense, aos 44' do 2ºT)
Cartão Amarelo: Jean (Fluminense); Vitor Faísca (Boavista)
Cartão Vermelho: -

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Henrique, Guilherme Mattis e Giovanni; Edson, Jean,
Marlone (Walter, aos 36' do 2ºT), Lucas Gomes (Rafinha, aos 19' do 2ºT) e Robert (Vinícius, aos 9' do 2ºT); Fred; Técnico: Cristóvão Borges

BOAVISTA: Dida; Thiaguinho, Edmário (Cristiano, no intervalo), Bruno Costa e Jeff Silva; Vitor Faísca (Max Pardalzinho, aos 3'do 2ºT), Thiago Paiva, Fábio Azevedo, Francismar e Ercik Flores; Anselmo. Técnico: Antônio Carlos Roy.