Flu decepciona, empata com Sport e desperdiça chance de entrar no G-4

Tricolor termina série de quatro jogos no Maracanã com um sonolento empate sem gols

Por O Dia

Rio - Faltou poder de fogo. O Fluminense pouco criou e decepcionou a torcida no Maracanã. O empate por 0 a 0, neste domingo, impede o plano tricolor de chegar ao G-4 do Campeonato Brasileiro. E o Flu fica na bronca com arbitragem, que ignorou pênalti em Marcos Júnior no fim do duelo. O balanço da sequência de quatro jogos no Rio é até positivo (dois triunfos - sobre Flamengo e Coritiba - e duas igualdades), mas deixa um sentimento de frustração. Assim como no duelo com o Corinthians, o Fluzão podia ter pressionado mais o adversário.

Fred ficou isolado no ataque e pouco produziu. Atacante saiu no intervalo por sentir um incômodo na coxa esquerdaAlexandre Brum / Agência O Dia

Com o empate, o Fluminense está na quinta colocação, com 11 pontos. Se tivesse vencido, chegaria ao G-4. O Sport continua invicto, com três vitórias e três empates, e está em quarto lugar, com 12 pontos.

FOTOGALERIA: As imagens do empate entre Fluminense e Sport, no Maracanã

Na próxima rodada, no domingo, às 16h, o Fluminense enfrenta o Palmeiras na casa do rival, no Allianz Parque. O Sport entra em campo no sábado e recebe o Joinville, às 21h, na Ilha do Retiro.

O jogo

O primeiro tempo foi de dar sono e raiva. As equipes não criaram uma chance de gol sequer. A etapa inicial teve 48 passes errados (17 do Fluminense). Era difícil aparecer oportunidade desta maneira. O Tricolor ainda encontrava outro problema: o time jogou muito espaçado. Fred ficou isolado na frente. O atacante, por sinal, orientava e pedia movimentação.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Brasileiro

Na única vez que conseguiu trocar passes e se aproveitou de uma aproximação entre os meias, Fred recebeu de Gerson e achou Wagner na área. A zaga do Sport conseguiu afastar. O clube pernambucano ficou confortável em campo e não se expôs. Porém, faltou ambição de buscar o ataque. O Leão teve mais posse de bola (quase 59%), mas também não teve uma única chance de gol.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Fred não voltou para o segundo. Com um incômodo na coxa esquerda, ele deu lugar a Magno Alves. A conversa no vestiário surtiu efeito. Pelo menos o Flu passou a buscar mais o ataque. Gerson chutou de fora da área. Danilo Fernandes defendeu com tranquilidade. Depois, Edson completou para fora após jogada aérea. O Tricolor quase abriu o placar. Após cobrança de falta, Antônio Carlos superou a zaga e obrigou o goleiro do Sport a voar e salvar o primeiro gol.

O Sport também assustou. Em contra-ataque pela direita, Diego Souza surgiu na área e desviou de primeira, mas a bola foi para fora. Depois, Diego Souza acertou o alvo, mas viu Cavalieri mandar para escanteio. O técnico Enderson Moreira fez a segunda mudança. Wellington Silva entrou no lugar de Renato. No fim do jogo, Enderson tentou dar novo gás e lançou Marcos Júnior no lugar de Vinicius. Ele quase fez o gol da vitória. Porém, Danilo Fernandes defendeu a cabeçada do atacante tricolor. No rebote, Marcos Júnior recebeu um chute no rosto de Renê. A arbitragem ignorou o lance. O clube carioca ficou na bronca e pediu pênalti.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0X0 SPORT

Estádio: Maracanã
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior
Gol: -
Cartão amarelo: Renê e Matheus Ferraz (Sport) e Wagner, Wellington Silva e Marcos Júnior (Fluminense)
Cartão vermelho: -

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Renato (Wellington Silva, aos 17' do 2ºT), Antônio Carlos, Gum e Giovanni; Edson, Jean, Vinicius (Marcos Júnior, aos 36' do 2ºT), Gerson e Wagner; Fred (Magno Alves, no intervalo); Técnico: Enderson Moreira.

SPORT: Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Durval, Matheus Ferraz e Renê; Neto (Régis, aos 30' do 2ºT), Wendel, Rithely e Diego Souza; Maikon Leite (Rodrigo Mancha, aos 34' do 2ºT) e Mike (Danilo, aos 19' do 2ºT); Técnico: Eduardo Baptista.