Com que time eu vou? A dúvida do Flu

Enderson Moreira não revela a equipe tricolor para domingo

Por O Dia

Rio - O mistério é a principal arma do Fluminense para enfrentar o Palmeiras, neste domingo, no Allianz Parque. O técnico Enderson Moreira sabe que precisa de um milagre para ter Fred no confronto e levará até o último momento a dúvida sobre o substituto para a vaga do suspenso Wagner. Na frente, Magno Alves será o escolhido. Já o meio-campo é o calcanhar de Aquiles. O treinador está propenso a manter o esquema com a entrada do volante Pierre, mas Marcos Junior corre por fora. A julgar pelo treino desta sexta-feira, nas Laranjeiras, a indefinição ganhou ainda mais força.

Enderson mantém mistério sobre o time do FluminenseDivulgação

“Eu tenho como filosofia de trabalho ter duas alternativas bem claras de jogo, as peças podem ser modificadas, mas a forma é 4-2-3-1 ou 4-1-4-1. Modifica um pouco o desenho, mas falando de Pierre ou Marcos Junior, são alternativas que estamos pensando”, afirmou.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

O mais provável é que Pierre comece como titular e o Flu tenha um esquema um pouco mais precavido. O momento do Palmeiras não é bom, mas o treinador faz questão de respeitar até demais a força do time paulista.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Brasileiro

“O Palmeiras está buscando o resultado, mas do lado de cá tem a equipe do Fluminense, com o mesmo objetivo. Não dá para dizer que eles estão precisando mais da vitória. Todos estão. Temos que fazer um jogo maduro, com inteligência. Esperamos uma vitória lá”, declarou.

Dia D para Wellington Silva

O lateral-direito Wellington Silva também preocupa a comissão técnica. Renato está de sobreaviso. O jogador sentiu dores na panturrilha direita e será reavaliado neste sábado para saber se vai a campo no Allianz Parque. Quem retorna ao time é o lateral-esquerdo Giovanni. Ontem, ele foi liberado para atuar após cumprir suspensão depois da estranha expulsão contra o Flamengo, na quarta rodada.

Janela de transferência já preocupa

A possibilidade de perder jogadores na abertura da janela internacional de transferências, em julho, deixa o Fluminense em alerta. O presidente Peter Siemsen não descarta esse risco, mas tranquiliza a torcida e diz que já mapeia o mercado em busca de reposição.

“Queremos manter o grupo, mas o mercado europeu é forte. Se em algum momento perdermos alguma peça, buscaremos uma reparação, um novo atleta para suprir. A ideia é trabalhar duramente para que isso não aconteça”, disse à TV Bandeirantes.