Aproveitamento em clássicos fortalece o Fluminense para a decisão do Carioca

Em seis clássicos disputados este ano, o Tricolor marcou três gols em quatro deles: dois com o Vasco, um com o Bota e outro com o Flamengo

Por O Dia

Rio - Em campo, o Fluminense convence seus torcedores com um futebol rápido, envolvente e dono do melhor ataque do Brasil em 2017, com 54 gols. E nem mesmo seria necessário falar dos jogadores para provar de uma vez por todas que os tricolores chegam à decisão do Carioca credenciados pelos bons números que apresentam. Principalmente quando falamos de clássicos.

Jogadores do Fluminense fizeram apenas um treino físico%2C na última segunda-feira%2C no CT da BarraNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

O aproveitamento do time de Abel contra os arquirrivais neste Carioca é de 61,1%, com três vitórias, dois empates e uma derrota — foram 14 gols marcados e nove sofridos. Em comparação com os últimos três títulos conquistados pelos tricolores, o índice de aproveitamento deste ano é superior ao das campanhas do Carioca de 2012 (52,3% nos clássicos) e Brasileiro de 2010 (55,5%), ficando apenas atrás do Brasileiro de 2012 (72,2%), quando Abel também era o treinador.

Apesar do bom momento dentro de campo, os jogadores do Fluminense rechaçam qualquer tipo de favortismo contra o Flamengo.

"Não tem favorito. O Flamengo tem uma grande equipe. O ataque deles, como o nosso, está fazendo muito gols e um clássico, no calor do momento, é difícil. Certeza que vai ser um grande jogo", afirmou o atacante Wellington ao programa 'Seleção Sportv'.

Nem mesmo o fato de os rubro-negros não poderem contar com o meia Diego, que sofreu uma lesão no joelho, deixa Wellington otimista.

"Ele é um grande jogador, vem demonstrando, foi chamado para a Seleção. Claro que para a gente é bom ele não estar. Não ele pessoalmente. Claro que todo mundo queria que ele estivesse jogando, mas já que ele não pode estar, vai ser um bom desfalque", completou.