Adilson elogia segunda etapa do Vasco, critica árbitro, mas crê em classificação

Técnico reconhece que time foi mal no primeiro tempo e diz que torcida tem 'todo o direito' de vaiar a equipe pelo resultado

Por O Dia

Rio - Vasco e ABC empataram em 1 a 1 nesta terça-feira, em São Januário, pela Copa do Brasil. Para o técnico Adilson Batista, o Cruzmaltino não esteve bem no primeiro tempo, mas melhorou na segunda etapa. Apesar do resultado inesperado em casa, o treinador confia em uma classificação no jogo de volta.

Em São Januário, Vasco decepciona e empata com o ABC pela Copa do Brasil

Adilson Batista acredita em classificação em Natal, na próxima terça-feiraAndré Mourão

"Temos mais 90 minutos na casa do adversário, e o Vasco tem a possibilidade de vencer lá ou empatar por dois gols. Pecamos no primeiro tempo, demos contra-ataques, e eles fizeram o gol. Estivemos abaixo, erramos muito, tivemos dificuldade e adiantamos demais a linha de três, sobrecarregando os outros. No segundo tempo, eu vi um time melhor distribuído, com um volume melhor, tentando jogada, arriscando com três na frente e trabalhando bolas pelas laterais", disse Adilson Batista, que criticou a arbitragem de Wagner Reway.

Douglas defende Adilson de vaias e reclama da arbitragem: 'Nos prejudicou'

"No meu ponto de vista, fomos prejudicados (pela arbitragem), houve três situações de pênalti. O do Douglas foi claro, outro no Montoya. Inversão, escanteio, lateral. Isso acaba irritando. Não gosto muito de falar da arbitragem, mas é difícil, não sei se o nível é baixo, a qualidade, mas foi muito abaixo. Isso acaba prejudicando o desempenho do jogo. Fomos extremamente prejudicados", disse.

Adilson Batista também comentou sobre as vaias da torcida cruzmaltina após o empate. Para o comandante do Vasco, os torcedores têm todo o direito de se manifestar contra a atuação do time e garante que equipe vai jogar melhor.

Kleber admite queda de rendimento nos últimos jogos do Vasco

"Eles têm todo direito de se manifestar. Nós respeitamos, entendemos, compreendemos. Temos que ter discernimento para crescer. Há 10 dias, eu só ouvia aplausos pelo o que o time fez contra o Ceará. Tivemos dificuldades depois, precisamos entender o porquê. Vamos melhorar, pode ter certeza disso", disse.

No jogo de volta, o Vasco terá que vencer ou empatar com mais de um gol com o ABC. A partida está marcada para a próxima terça-feira, na Arena das Dunas, em Natal.