Em momento conturbado, Vasco encara a Ponte Preta rumo à reabilitação

Jogo pode ser um divisor de águas para o Gigante na Série B

Por O Dia

Rio - Em momento delicado na temporada, o Vasco faz neste sábado, às 16h20, contra a Ponte Preta, em São Januário, um jogo que pode se tornar um divisor de águas na Série B do Campeonato Brasileiro. Afinal, uma vitória permitirá a volta à briga pelo título depois de duas derrotas seguidas, além de dissipar a nuvem negra que tomou conta do clube após a divulgação na Internet de vídeos com partes de preleções de Joel Santana aos jogadores, e críticas de Kleber ao trabalho do treinador.

Guiñazu comanda o meio de campo%3A disposição de sobra para o VascoCarlos Moraes

A meta é recuperar a grandeza do Vasco, carinhosamente chamado de Gigante da Colina pela torcida, e que sofreu nas duas partidas que o time disputou no Nordeste (derrotas para Santa Cruz e América-RN). Joel Santana crê em volta por cima, mas avisa que é hora de se dar atenção especial ao lado emocional.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

“É o jogo que temos para recuperar a alegria. De quebra, uma vitória nos colocará novamente no rumo. Chegaríamos aos 57 pontos e faltariam conquistar oito em 18 disponíveis. É uma situação privilegiada. Em compensação, a derrota nos complicará muito. É a partida que dá moral, que apaga as duas atuações ruins e que vai ditar muita coisa na Série B”, avalia.

Experiente, Joel enfatiza que é hora de os jogadores receberem carinho e que a participação da torcida será fundamental neste sábado, em São Januário.

“O Vasco tem camisa e esse jogo vai mexer com o torcedor. Temos um compromisso moral com os vascaínos”, completou. E acrescentou que uma vitória trará a alegria de volta à equipe.

Nem o fato de o grupo ter aproveitado apenas dois dias de preparação para o jogo abala a confiança de Joel. Ele e sua comissão técnica preferiram recarregar as baterias dos jogadores em vez de comandar treinos táticos.