Vasco capricha na bola parada e bate o Macaé em São Januário

Gigante da Colina não empolga, mas tem triunfo tranquilo

Por O Dia

Rio - O Vasco não precisou de muito para bater o Macaé, nesta quinta-feira, por 3 a 0, em São Januário, pelo Campeonato Carioca. O Gigante da Colina não empolgou e encontrou dificuldade no setor ofensivo, mas resolveu o jogo logo no primeiro tempo. A bola parada foi o trunfo vascaíno. A partida marcou o retorno de Guiñazu, que surpreendeu na recuperação da cirurgia no joelho esquerdo.

Festa na Colina%3A Montoya fez o segundo gol do Vasco sobre o MacaéAndré Mourão

Com a vitória, a terceira no Estadual, o Vasco pulou para 10 pontos e está em quarto lugar (leva desvantagem no saldo de gols em relação a Botafogo e Flamengo). O Macaé amargou a primeira derrota no Carioca. O time tem cinco pontos e está na oitava colocação.

Na próxima rodada, na quarta-feira, às 22h, o Vasco encara o Barra Mansa em São Januário. O Macaé entra em campo na quinta-feira e mais uma vez joga fora de casa. Desta vez. vai enfrentar o Bonsucesso, às 17h, no Estádio Los Larios, em Duque de Caxias.

Homenagem

Antes de a bola rolar, o Vasco homenageou o atacante Everton Costa, que defendeu o clube no ano passado. Devido a um problema no coração, ele teve de encerrar a carreira. Os jogadores entraram com uma camisa especial, com os dizeres: "Força, Everton".

O jogo

O Macaé foi o primeiro a assustar. Juninho cruzou pela direita e obrigou Martín Silva a espalmar. O Vasco respondeu em falta cobrada por Bernardo. O chute do meia desviou na zaga. Berna mandou para escanteio. O duelo caiu tecnicamente. As duas equipes sofriam para criar chances e o jogo caiu na monotonia. A solução foi a bola parada. Bernardo bateu com categoria. A bola bateu no travessão antes de entrar: 1 a 0 para o Vasco.

O Gigante da Colina ampliou ainda no primeiro tempo. Após cobrança de falta, Montoya aproveitou o rebote e emendou de primeira: 2 a 0. O segundo tempo começou com pouca criatividade nos dois lados. A monotonia foi quebrada quando Rafael Silva foi lançado, passou pela zaga e chutou, mas Ricardo Berna defendeu. Foi o último lance do atacante em campo. Ele deu lugar a Thalles, que voltou da seleção brasileira sub-20.

Doriva fez outra alteração no setor ofensivo. Ele colocou Jhon Cley no lugar de Montoya. A dificuldade ofensiva continuou. A bola parada surgiu como solução de novo. Desta vez, Rodrigo acertou o canto de Berna: 3 a 0. O Vasco não empolgou, mas venceu novamente no Carioca.

FICHA TÉCNICA

VASCO 3X0 MACAÉ

Estádio: São Januário
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Gols: Bernardo (Vasco, aos 32' do 1ºT), Montoya (Vasco, aos 38' do 1ºT) e Rodrigo (Vasco, aos 39' do 2ºT)
Cartão amarelo: Guiñazu e Montoya (Vasco) e Brinner (Macaé)
Cartão vermelho: - 

VASCO: Martín Silva; Nei, Rodrigo, Luan e Christiano; Guiñazu, Serginho, Montoya (Jhon Cley, aos 20' do 2ºT), Bernardo (Julio dos Santos, aos 32' do 2ºT) e Marcinho; Rafael Silva (Thalles, aos 17' do 2ºT); Técnico: Doriva.

MACAÉ: Ricardo Berna; Dos Santos, Brinner, Filipe Machado e Diego Corrêa; Gedeil, Alisson (Éberson, no intervalo), Juninho (Marquinho, no intervalo) e Aloísio (Pedro Oldoni, aos 32' do 2ºT); Pipico e Giancarlo; Técnico: Josué Teixeira.