Vasco adota método para os veteranos

Preparação física aumenta cautela e prevenção para evitar lesões

Por O Dia

Rio - Com média de idade de 30 anos, o time do Vasco é apontado como um dos mais velhos do Campeonato Brasileiro. E, se a experiência de seus atletas tem sido um ponto a favor para o técnico Jorginho na recuperação da equipe em campo, o departamento médico do clube tem redobrado a atenção e adotado o método de ter cuidados especiais para que os veteranos no grupo não passem dos limites e se machuquem.

Vasco quer prevenir lesões de atletas mais rodadosPaulo Fernandes/Vasco.com.br/Divulgação

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Rodrigo, Julio Cesar, Julio dos Santos, Andrezinho, Nenê, Herrera... no provável time do Vasco que vai encarar a Chapecoense, quinta-feira, no Maracanã, conta com vários atletas acima dos 30 anos. O desgaste é grande e a atenção para prevenir as lesões, também. De acordo com o preparador físico do Gigante, Joelton Urtiga, o tratamento tem sido feito diariamente e de forma individual.

“Nenê, Andrezinho e Herrera chegaram recentemente de outras culturas do futebol. A gente precisa estar juntos, perguntar todos os dias, em escala de 0 a 10, como eles estão. Precisamos saber se existe dor tardia, se estão muito cansados e se precisam ser poupados de algum treinamento”, explicou o profissional.

Mas, na visão de Joelton Urtiga, a preparação física só está tendo sucesso — nenhum atleta está no departamento médico —, porque conta com o apoio e a parceria do técnico Jorginho.

“Ele é um técnico moderno, que ajuda e aceita esse nosso método. A gente conversa e passa um retorno: ‘esse aqui tem de tirar depois de 20 minutos, esse outro tem de ser poupado’. Desse jeito a gente qualifica o trabalho”, disse.