Vasco faz o ‘jogo do ano’

Jorginho vê vitória sobre a Chapecoense como vital para escapar do Z-4

Por O Dia

Rio - Não vale título nem vaga na Libertadores, mas, para o técnico Jorginho, o duelo de hoje, às 19h30, contra a Chapecoense, no Maracanã, é o mais importante do ano para o Vasco. Em franca ascensão no Campeonato Brasileiro, o time tenta manter o ritmo após o frustrante empate com o Avaí e, de quebra, encostar nos seus concorrentes para tentar, finalmente, deixar a zona de rebaixamento.

Vasco precisa do resultado positivo mais do que nuncaPaulo Fernandes/Vasco.com.br/Divulgação

Jorginho teve tempo para trabalhar. Foram dez dias de treinamentos para corrigir os erros, recarregar as baterias e renovar as esperanças. Na Colina, a equipe, mesmo ciente de que a sequência na competição será complicada, ainda acredita. Por isso, a motivação é grande para somar mais três pontos.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

“É o jogo mais importante do ano para o Vasco. Vamos atuar contra uma equipe muito próxima à zona de rebaixamento. Uma vitória nos aproxima e a derrota nos afasta. É o jogo do ano”, frisou.

De fato, sete pontos separam os dois clubes. No entanto, outro número tem empolgado os vascaínos. Após seis jogos invicto, as chances de rebaixamento diminuíram e novos ares têm soprado em São Januário.

“Essa sequência trouxe um ambiente melhor. Temos a possibilidade de jogarmos mais descontraídos, com prazer. Ainda estamos pressionados, mas antes tínhamos apenas 1% de chance de continuar na Série A. Hoje temos 15%. Estamos felizes, mas cientes de que ainda falta muito. Vamos estar completos quando estivermos garantidos na Primeira Divisão do ano que vem”, afirmou.

Até esta quinta-feira à noite, aproximadamente 8.500 ingressos já haviam sido vendidos. A expectativa da diretoria é de que cerca de 20 mil torcedores compareçam ao jogo.