Descanso é o novo mantra no Vasco

Com três jogos por três competições, condição física preocupa no Gigante

Por O Dia

Maranhão - Em uma semana movimentada, com três jogos por três competições diferentes, o Vasco volta as suas atenções para o que mais importa em 2016: a estreia na Série B contra o Sampaio Corrêa amanhã e a volta à Primeira Divisão. Depois da comemoração do título carioca e de mais um passo dado na busca pela Copa do Brasil, o sábado promete mais esforço físico, o que preocupa e exige cuidados especiais em um time que tem oito jogadores com mais de 30 anos.

Cuidados esses que começaram na viagem do Rio para Maceió, na terça-feira, com o tratamento a alguns jogadores no avião sob a supervisão do Centro Avançado de Prevenção e Reabilitação Esportiva (Capres). Após o jogo contra o CRB, quem não atuou os 90 minutos foi a campo fazer um trabalho físico. Ontem, os titulares ficaram no hotel, num trabalho regenerativo leve e com muito repouso.

Vasco se prepara para a estreia da Série BPaulo Fernandes / Vasco.com.br / Divulgação

MARTÍN E LUAN SÃO DÚVIDA

“É um trabalho em conjunto. Tem exames feitos na parte médica, opinião do Joelton (Urtiga, preparador físico), do Capres... A gente analisa os dados e ouve o atleta, tudo com coerência. Estamos com o grupo redondinho e entrosado. Isso está facilitando muito o trabalho”, analisou Zinho, auxiliar-técnico.

Há a preocupação com a parte física dos jogadores e só irá a campo quem estiver bem. Com dores musculares e poupados contra o CRB, Martín Silva e Luan só trabalharam na academia ontem e ainda são dúvida para amanhã.

Autor do gol na quarta, Rodrigo jogou com dores, mas não deve ser problema e aposta em atuação mais convincente do time: “Vamos ter recuperação mais tranquila e tem tudo para a gente jogar melhor.”

CRUZEIRO JÁ ACEITA UM NOVO EMPRÉSTIMO DE RIASCOS

Para a disputa da Série B, o Vasco sabe que vai precisar reforçar o seu elenco, mas por enquanto os jogadores que chegam são velhos conhecidos e, além disso, o clube ainda se esforça para manter Riascos.

As negociações com o Cruzeiro avançaram nesta semana, mas ainda não há uma definição. Os mineiros aceitam novo empréstimo, só que não querem pagar metade do salário, como fazem hoje.

O colombiano tem contrato até domingo e pode fazer seu último jogo amanhã, contra o Sampaio Corrêa. Ele quer ficar no Rio. Já Rafael Vaz não foi procurado para renovar e deve deixar o clube. Quem se reapresenta na segunda-feira em São Januário é Leandrão, emprestado ao Boavista, assim como o meia Guilherme. O atacante depende da definição de Riascos e pode ser reintegrado. Já o apoiador Montoya foi liberado para buscar outro clube.