Suicida detona bomba em estádio, mata 29 e fere 60

Militantes do Estado Islâmico, que controlam faixas de território no norte e no oeste do Iraque, estão por trás do ataque

Por O Dia

Bagdá - Um homem-bomba se explodiu nesta sexta-feira em um estádio de futebol ao sul do Iraque, deixando 29 mortos e 60 feridos, num momento em que o exército anuncia avanços no combate ao Estado Islâmico na região, segundo autoridades de segurança.

O ataque ocorreu durante uma partida no estádio da cidade de Iskanderiyah, a 50 quilômetros de Bagdá, de acordo com as fontes Autoridades de saúde confirmaram o número de mortes.

O Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado por meio de comunicado divulgado online, informou o grupo de inteligência SITE, uma organização de monitoramento. O grupo extremista vem se empenhando uma campanha de ataques suicidas dentro e nos arredores da capital iraquiana, enquanto militares e forças aliadas combatem os rebeles no norte e oeste do Iraque.

O bombardeio ocorreu depois que o porta-voz do exército iraquiano, Yahya Rusoul, anunciou que tropas e combatentes sunitas retomaram o controle da cidade de Kubeisa, na província de Anbar, ao oeste do país. Um dia antes, membros do Estado Islâmico foram expulsos de uma série de vilarejos na província de Nineveh, no norte do Iraque, após pesados ataques aéreos por forças da coalizão.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência