John Kerry não confirma viagem de Obama a memorial em Hiroshima

O secretário foi ao Japão para uma reunião de dois dias dos ministros das Relações Exteriores do G7

Por O Dia

Hiroshima - O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, evitou nesta segunda-feira  dizer se o presidente Barack Obama visitará Hiroshima antes do fim do seu mandato, mas ressaltou que todos deveriam conhecer a cidade japonesa, alvo de um bombardeio nuclear dos EUA em 1945.

"Quando digo 'cada pessoa', pretendo dizer que todos deveriam visitar esse lugar, e desejo que um dia o presidente dos Estados Unidos possa estar presente. Se me perguntam se Obama será capaz de vir, não tenho condições de responder", declarou Kerry durante sua visita ao memorial em homenagem às mais de 200 mil vítimas do ataque norte-americano.

Memorial da paz%2C em HiroshimaReprodução Internet

O secretário foi ao Japão para uma reunião de dois dias dos ministros das Relações Exteriores do G7 e se tornou o mais alto representante do governo dos EUA a viajar a Hiroshima desde o bombardeio. "Todas as pessoas do mundo deveriam ver e sentir a força desse memorial. É um cruel e duro aviso não apenas para dar fim à ameaça das armas nucleares, mas também para dedicar nossos esforços a evitar a guerra em si", diz a mensagem escrita por Kerry no livro de visitantes do chamado "Parque da Paz".

Especula-se que a eventual viagem de Obama a Hiroshima possa ocorrer no próximo mês de maio, durante o encontro entre os líderes do G7 que será realizado no Japão.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência