Jornalistas descobrem 'cidade subterrânea' com segredos do EI

Repórters encontraram as estruturas em cada casa visitada. Militantes têm acesso conforme posição na hierarquia do grupo

Por O Dia

Síria - Um grupo de jornalistas russos descobriu uma cidade subterrânea cheia de trincheiras e túneis, usados pelo Estado Islâmico para esconder armas e pessoas. Jornalistas russos do canal televisivo "RT" descobriram o local, que serve para guardar armas, se esconder de ataques aéreos e transportar petróleo da cidade síria de Al Shaddali – tomada mais de dois anos atrás e liberada em fevereiro.

Terroristas do Estado Islâmico acessam estruturas conforme sua posição na hierarquia do grupoReprodução Internet

Os jornalistas encontraram as estruturas fortificadas subterrâneas em cada casa visitada. Conforme a sua posição na hierarquia do grupo extremista, militantes tinham acesso a diferentes fortificações. Então, os integrantes experientes se escondiam em abrigos bem protegidos, enquanto os mais novos permaneciam em lugares menos seguros.

A mesma tática foi usada pelo Estado Islâmico em outras cidades ocupadas. Em dezembro, os curdos peshmerga descobriram mais de 70 túneis na cidade de Sinjar no norte do Iraque.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência