Ampliação do Supersimples é vitória para micro e pequenas empresas

Segundo o presidente do Sebrae, Luiz Barreto o regime de tributação deverá resultar em uma redução de 40% no peso dos tributos para 8,6 milhões de empresas

Por O Dia

O presidente do Sebrae%2C Luiz Barreto%2C aponta como outro ganho com o Supersimples a redução da burocracia com o pagamento de oito tributos em um só boleto Murillo Constantino

A aprovação pelo Senado do projeto que universaliza e amplia o Supersimples, regime de tributação para micro e pequenas empresas, deverá resultar em uma redução, na média geral, de 40% no peso dos tributos para os 8,6 milhões de empresas que já aderiram ao regime, afirma o presidente do Sebrae, Luiz Barreto. Segundo ele, ainda é necessário fazer ajustes para que as tabelas de tributação possam beneficiar ainda mais estas empresas. Barreto aponta ainda que outros ganhos, como a redução da burocracia com o pagamento de oito tributos em um só boleto devem ser comemorados, e também destaca como importante na nova lei a entrada de mais 450 mil empresas de 140 categorias do setor de serviços, incluídas agora na tabela 6 de tributação, criada para este segmento. “Agora, as empresas do setor de serviços e todas aquelas que faturam até R$ 3,6 milhões estão no Supersimples. O passo seguinte é garantir que , ao passarem desse patamar de faturamento, possam continuar crescendo em regimes tributários que não as afetem”, diz Barretto.

Para Juliana Lohmann, analista de Políticas Públicas do Sebrae-RJ, a queda da carga tributária de empresas do setor de serviços, que antes estavam sob o regime de lucro presumido, pode vir a ser de até 64%, dependendo do percentual tributário aplicado. No entanto, o sócio da consultoria e auditoria PKFNK, Rogério Kita, lembra que é preciso avaliar se a nova tabela para o setor de serviços é vantajosa para todas as empresas. “Cada caso é um caso e é preciso calcular se a entrada no regime do Supersimples, por melhor que seja, garante redução de tributos suficiente ante o regime de lucro presumido”, alerta.

SOLUÇÕES & OPORTUNIDADES

A cidade de Nova Friburgo vai abrigar o SENAI Espaço da Moda, um novo centro de referência do segmento de moda íntima para aumentar a competitividade do setor e fortalecer o município como a capital do underwear. Além de cursos de formação profissional e qualificação — que aumentarão em 30% o número de formandos este ano — será o local de exposições, palestras, oficinas, laboratórios, biblioteca, consultorias e workshops para os empresários.

No dia 29, na sede da ABF Rio, acontece a palestra “Música — Componente fundamental na identidade de sua marca”, durante o evento mensal da entidade, o Café com Franquia. Para associados da entidade, a entrada é gratuita. Mais informações sobre como se inscrever no site www.abfrj.com.br.

Empreendedoras têm mais uma oportunidade para garantir sua participação na edição 2014 do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. Prorrogadas até 10 de agosto, as inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela internet ou em pontos de atendimento do Sebrae espalhados pelo país.

Americanflex investe em expansão

A Americanflex, indústria de colchões há 55 anos no mercado, entrou no franchising. A primeira franquia já está em funcionamento, na cidade de Ribeirão Preto (SP). A previsão da empresa é que, com a abertura de mais unidades franqueadas, as vendas cresçam até 30% ao final de dois anos de expansão.

Josefina Rosacor mira no Nordeste

A Josefina Rosacor — marca de acessórios femininos e objetos de decoração — atualmente com 15 lojas, sendo oito franqueadas, pretende abrir novas franquias ainda este ano. Serão seis lojas, com foco na região Nordeste e no Espírito Santo. No prazo de dois anos, a expectativa são mais 20 franquias e, em 5 anos, 50 unidades em todo o país, conta Mirella Ferraz, sócia e criadora da marca.

Bentô adere ao formato de franquia

A ObentôMania, especializada em bentôs — refeição individual servida em bandeja com repartições, em uma espécie de marmita japonesa —, também vai ingressar em franquias. A marca, que já possui três unidades próprias na capital paulista, quer investir em lojas e em delivery.

Últimas de _legado_Notícia