Centros de desenvolvimento infantil já preparam atividades para as férias

Centros oferecem atividades para várias faixas etárias como culinária, oficina de argila, leggos gigantes e dança

Por O Dia

Carolina Ribas diz que a filha Ana Clara se concentra com as músicasAlexandre Vieira / Agência O Dia

Niterói - Para quem pensa que as férias escolares são restritas a brincadeiras, alguns centros de desenvolvimento infantil espalhados por Niterói provam que no período de descanso também é possível aprender. Por isso, a cada ano, as colônias de férias vêm atraindo uma gama de pais que também se preocupa em estimular as inteligências múltiplas das crianças sem tirar o momento de diversão.

Com atividades criativas e educacionais para várias faixas etárias como culinária, oficina de argila, leggos gigantes, dança, entre outras, a proposta é entreter as crianças e estimular o aprendizado.
Pelo terceiro ano consecutivo, por exemplo, o Centro de Desenvolvimento Infantil Coorujando, em Icaraí, apostará nesta vertente.

“Entendemos que o bebê é um ser em evolução constante, por isso nossa prioridade é estimular cada fase como única, pois a criança constrói muito cedo a base para todas as percepções complexas que virão no futuro”, explica Anna Paula Freitas, psicomotricista e professora do Coorujando.

Há alguns meses, a advogada Carolina Ribas, 28, conheceu, através de seu ciclo de amizades, o programa. Decidiu então matricular a filha, Ana Clara, de um ano e um mês, nas aulas.

“Quando começa a música ela se concentra na hora. Ainda é muito pouco tempo de aula para reparar algum benefício direto, mas acredito que ela só tem a evoluir. O bom é poder participar deste desenvolvimento”, avalia.

Quando a evolução é constatada, a criança segue para um outro nível de aprendizado. “Quando ela começa a andar passa a ficar com os profissionais e os amigos da turma. Trabalhamos com projetos mensais”, explica Anna.

A psicomotricista Anna Paula Freitas (esq) também se diverte nas oficinas de música na sede do projetoAlexandre Vieira / Agência O Dia

A partir dos 3 meses de idade

Durante a colônia de férias, as oficinas serão oferecidas a crianças a partir de 1 ano e meio, mas os serviços diários do Coorujando são voltados para ‘pequenos’ a partir de 3 meses. São oficinas de psicomotricidade - que estimula sensações em bebês por meio de barulhos corporais, por exemplo -, música e linguagem.

As aulas oferecidas para os menores têm por objetivo trabalhar o desenvolvimento das crianças como um todo, justamente no momento em que ‘a plasticidade neuronal’ está em ebulição. A dança entre mãe e filho com sling é um dos meios, fazendo com que os movimentos lúdicos e brincadeiras com bolas e fitas aumentem o relacionamento de ambos.

“A criança aprende desde pequena com outra criança, com ela mesma e com o que é oferecido no ambiente onde acontecem as atividades. Por isso trabalhamos diversos hiatos do brincar, desde a coordenação motora ampla, através de atividades que trabalhem o jogar, agarrar, pular a coordenação motora fina como iniciar a pintar com giz de cêra desde muito pequeninos, respeitando a individualidade e o tempo de cada criança”, explica Anna Paula.

Últimas de _legado_Niterói