M4 GTS: Germânico em dia de fúria

Linhas e motorização em destaque neste BMW, que recebeu banho de loja e o total de 500 cv

Por bianca.lobianco

Rio - As tunadoras existem para incrementar os carros de produção, mas nada melhor que o algo a mais venha da própria engenharia. E assim, a BMW elevou o seu cupê M4, já um carro de performance, ao status de GTS — é simplesmente o carro da marca que acelera mais rápido de 0 a 100 km/h.

A BMW elevou o seu cupê M4%2C já um carro de performance%2C ao status de GTS — é simplesmente o carro da marca que acelera mais rápido de 0 a 100 km/hDivulgação

O feito é atingido em 3,8 segundos, 0,3 s mais rápido que o M4 ‘comum’. No motor, o genuíno seis cilindros em linha 3.0 litros com dois turbos não entrega mais 431 cv, agora são 500 cv e torque de 61,2 kgfm, ante os 56,1 kgfm originais. A velocidade máxima está limitada em 305 km/h. Desempenho extra graças a água, isso mesmo: um sistema de injeção do elemento que foi inaugurado no cupê utilizado como carro de segurança das competições de Moto GP.

Funciona assim: a água é borrifada no coletor de admissão, evapora, e reduz a temperatura do ar admitido e o risco de detonação. Com o recurso, é possível obter melhores parâmetros de injeção, ignição e pressão de turbo, resultando em melhor desempenho. A água fica armazenada em um tanque de cinco litros no porta-malas.

Rodas exclusivas e kit aerodinâmico em fibra de carbono definem as diferenças visíveis. Debaixo do capô%2C retrabalho entregou mais 70 cv ao motorDivulgação

A BMW ainda acrescentou outros realces ao supercupê. O M4 GTS tem faróis com leds orgânicos, rodas forjadas, capô, teto e defletor em fibra de carbono, escapamento de titânio e um aerofólio traseiro de grandes dimensões com suporte em alumínio. No interior, bancos dianteiros também em fibra de carbono, além de console e painéis de porta mais leves. Desta forma, o peso foi reduzido para 1.510 kg, pouco mais de 3 kg por cv. Há ainda um pacote adicional que acrescenta estrutura de proteção na cabine e cintos de seis pontos. Chega no ano que vem, limitado a 700 unidades.

Últimas de _legado_Automania