Um encontro de fé

‘Momento delicado’ do país faz Dilma orar com Crivella e evangélicas

Por O Dia

Brasília - A pesidenta Dilma Rousseff fez ontem uma oração pelo “momento delicado” que o Brasil está atravessando. A descrição foi da própria presidenta, segundo presentes na audiência com 16 líderes evangélicas e o ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella (PRB).

Crivella, que recentemente afirmou também ser pré-candidato ao governo do Rio, explicou que o encontro foi um pedido das líderes evangélicas, algumas delas cantoras gospel. Ainda segundo o ministro — terceiro aliado do governo que manifesta o desejo de suceder Sérgio Cabral —, o encontro também serviu para ele discutir com Dilma o Plano Safra.

“Mas vim também como um articulador da presidenta Dilma junto ao público com o qual eu convivo desde que tinha seis anos de idade, que é o público evangélico. Não foi a presidenta que pediu, foram as minhas amigas. Eu também sou cantor gospel. Foram elas que manifestaram a vontade de encontrar a presidenta, orar por ela, fazer um encontro de solidariedade feminina”, disse Crivella.

Últimas de _legado_Brasil