Casal suspeito de matar estudante da Unicamp é preso em Campinas

Advogados alegam legítima defesa

Por O Dia

São Paulo - O casal suspeito de envolvimento no assassinato do universitário Denis Casagrande, de 21 anos ,foi preso na noite desta sexta-feira na casa deles. Segundo o delegado responsável pelo inquérito, Rui Pegolo, a prisão de Anderson Marcelino Mamede, de 20 anos, e Maria Tereza Pelegrino, também de 20 anos, é temporária, por 15 dias, e ocorreu após autorização judicial.

Maria Tereza confessou ter esfaqueado casa grande o estudante. Segundo seus advogados, o crime foi por legítima defesa.

No no início da semana, o atendente Anderson Marcelino Mamede, de 20 anos, negou ter matado o jovem, mas admitiu tê-lo agredido com um skate. "Eu bati nele com o skate porque ele assediou minha namorada. Mas não dei facada nele", afirmou Mamede.

O estudante Denis Casagrande foi esfaqueado durante uma briga em uma festa dentro do campus da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na madrugada do sábado (21).

A festa, que acontecia no Ciclo Básico da Unicamp, foi organizada pela Rádio Muda - rádio clandestina montada dentro da universidade. Segundo a assessoria de imprensa da Unicamp, a festa não tinha autorização para acontecer no local.

Últimas de _legado_Brasil