Torcedores ingleses são atacados em São Paulo

Grupo com camisas e bonés da Gaviões da Fiel jogou rojões contra os estrangeiros

Por O Dia

São Paulo - Um grupo formado por aproximadamente 15 homens jogou no início da tarde de quinta-feira rojões contra torcedores ingleses que bebiam em um bar do Vale do Anhangabaú, em São Paulo. O ataque aconteceu a poucos metros de onde era realizada a Fan Fest da Fifa. Além de soltar rojões contra os ingleses, os agressores rasgaram bandeiras que eles carregavam.

Após o ataque, os agressores foram perseguidos por PMs, e 15 suspeitos, detidos quando tentavam embarcar em ônibus. A maioria usava camisas e bonés da Gaviões da Fiel e da Camisa 12, torcidas do Corinthians. Com eles, foram apreendidos seis rojões, cinco morteiros, um punhal, um soco-inglês e dois protetores bucais do tipo usados por lutadores.

Suspeitos de atacar ingleses foram alcançados pelos policiais e detidos quando tentavam fugir de ônibus Reuters

Eles foram levados para o 77º Distrito Policial, em Santa Cecília, onde negaram as agressões e ser responsáveis pela maioria do material apreendido. Apenas um deles admitiu ser dono de um soco-inglês. Todos foram liberados no início da noite porque, segundo a Polícia, não foi comprovada a participação deles no ataque.

De acordo com empregados do bar onde houve o confronto, ninguém se feriu. A polícia também não identificou nenhum machucado.

Manifestação tem depredação

Participantes de uma manifestação convocada pelo Movimento Passe Livre depredaram na noite de ontem agências bancárias e lojas no Centro de São Paulo. Foram danificados pelo menos 20 carros, incluindo um avaliados em R$ 1 milhão.

A manifestação foi organizada para marcar um ano da revogação do aumento das passagens de ônibus em São Paulo. Segundo a Polícia Militar, participaram cerca de 1,3 mil pessoas.
Os policiais informaram ainda que a manifestação começou de forma pacífica na Marginal Pinheiros. Lá, catracas de papelão que imitavam às dos ônibus foram incendiadas pelo grupo.

A depredação começou após a chegada de grupos de pessoas mascaradas, que passaram a depredar carros, lojas e agências bancárias. A polícia interveio e atacou com balas de borracha e gás lacrimogêneo os manifestantes. Por volta das 19h30, segundo a PM o grupo se dispersou.

Últimas de _legado_Brasil