Pesquisa com 111 rios do Brasil mostra que 23% têm água ruim ou péssima

No Rio de Janeiro a qualidade da água piorou em 2014 / 2015

Por O Dia

Rio - A análise do grau de poluição de 111 rios brasileiros, divulgada nesta quarta-feira pela organização não governamental (ONG) SOS Mata Atlântica, revela que 23,3% das águas são ruins ou péssimas. De acordo com a legislação brasileira, o recurso nessa situação não podem sequer receber tratamento para consumo humano ou ser usadas para irrigação de lavouras.

Os pesquisadores coletaram água em 301 pontos de rios e mananciais do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Distrito Federal, entre março de 2014 e fevereiro de 2015.

Pesquisa com 111 rios do Brasil mostra que 23% têm água ruim ou péssimaReuters

De acordo com a pesquisa, em 21,6% dos pontos de coleta, a água foi considerada ruim, e em 1,7%, péssima. Em 186 pontos (61,8%), os pesquisadores encontraram água considerada regular e 45 pontos (15%) mostraram boa qualidade. Nenhum dos rios analisados tem água totalmente limpa, segundo o levantamento. A classificação tem como base parâmetros do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

Em São Paulo, o número de pontos de coleta com qualidade ruim ou péssima caiu de 74,9% para 44,3% na comparação com o levantamento anterior, feito entre março de 2013 e fevereiro de 2014. No mesmo período, o percentual de amostras com qualidade regular ou boa subiu de 25% para 55,4%.

No Rio de Janeiro, no entanto, a qualidade da água piorou em 2014/2015. O percentual de pontos com água de qualidade ruim subiu de 40% para 66,7% na comparação com o levantamento anterior.

Últimas de _legado_Brasil