Temporal faz rio transbordar e deixa cidade debaixo d'água na Bahia

Prefeitura de Lauro de Freitas decretou estado de alerta devido às chuvas. Milhares foram afetados por temporais no Estado

Por O Dia

Alagamento na cidade de Lauro de Freitas Divulgação/Defesa Civil

Bahia - Um forte temporal atingiu a Região Metropolitana de Salvador e prejudicou milhares de pessoas de bairros e cidades da área, entre a última sexta-feira e sábado. A Defesa Civil do Estado decretou situação de emergência em ao menos três localidades. Em Lauro de Freitas, a 30 km da capital baiana, o Rio Ipitanga transbordou, invadindo ruas, avenidas e residências.

A situação se complicou na madrugada do último sábado, quando a prefeitura do município de 185 mil habitantes decretou estado de alerta para alagamentos em toda a cidade, com áreas com risco de deslizamento. A chuva durou praticamente toda a noite e continuou ao longo da manhã, o que levou o prefeito Márcio Paiva (PP) a cancelar todos os eventos programados para o dia.

"Algumas vias da cidade ficaram alagadas, mas graças ao trabalho constante de limpeza de bueiros, rios, corrégos e serviços de drenagem os transtornos não foram graves e já estão sendo controlados. A gestão pública está trabalhando e solicita a compreensão de todos vocês" disse em nota a prefeitura de Lauro de Freitas.

Caos em Salvador
O temporal que atigiu a região desde sexta-feira também afetou severamente a capital baiana. À noite, veículos trafegavam pela contramão na orla das praias devido às enchentes, conforme descreveu o jornal "Tribuna da Bahia".

Rio transbordou e alagou diversos bairros de Lauro de Freitas Divulgação/Defesa Civil

A Defesa Civil da Bahia afirma que ao menos três áreas entraram em situação de emergência na noite de sexta-feira: Salvador e Candeias, na Região Metropolitana, e Santo Amaro, no Recôncavo Baiano.

Ao menos 15,5 mil pessoas foram afetadas pelo temporal nas três cidades.

Últimas de _legado_Brasil