Espanhol é internado com suspeita de ebola em cidade satélite de Brasília

Paciente esteve na Libéria, onde 4.806 pessoas morreram por causa da epidemia. Ele contou ainda que esteve com um amigo, na África, que estava doente e morreu

Por O Dia

Brasília - Um espanhol deu entrada na tarde desta quarta-feira na Unidade de Pronto Atendimento de Sobradinho, cidade satélite de Brasília, por apresentar sintomas característicos de pessoas contaminadas pelo ebola. De acordo com a edição desta quinta-feira do jornal Correio Braziliense, o paciente apresenta alguns sintomas característicos da doença e também de outras patologias. Ele está isolado até que saia o exame de sorologia, que confirmará a doença. O resultado poderá demorar 24 horas.

Segundo a Secretaria de Saúde, os profissionais que tratam do espanhol estão equipados com os itens de segurança, como luva, máscara, capote e gorro. A equipe de vigilância epidemiológica foi notificada e acompanha o caso.

O Correio Braziliense relata que o paciente com suspeita de ebola esteve há pouco na Libéria, país em que 4.806 pessoas morreram por causa da epidemia. Além disso, ele contou que esteve com um amigo, na África, que estava doente e morreu. O espanhol apresenta febre.

A previsão é de que o paciente seja transferido ainda hoje para o Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

O vírus

O vírus do ebola é altamente infeccioso que pode atingir uma taxa de mortalidade de até 90%. No início, os sintomas são febre repentina, fraqueza, dor muscular, dores de cabela e inflamação na garganta. Entretanto, como os sintomas não são específicos acaba dificultando o diagnóstico.

Após um período, o paciente apresenta vômitos, diarreia, coceiras, deficiência nas funções hepáticas e renais e, em alguns casos, sangramento interno e externo. Tais sintomas costumam aparecer antes de completados cinco dias da contaminação, porém podem vir até o vigésimo primeiro dia.

Últimas de _legado_Brasil