Pastor 'entrega' bispo durante culto: 'Cheirou muito pó comigo'

Homem falou de farras em motéis, consumo de um quilo de cocaína e outros na época em que os dois saíam juntos

Por O Dia

São Paulo - O bispo Rogério Formigoni, da Igreja Universal, protagonizou, ao lado de um pastor amigo de longa data, uma cena que viralizou na web nesta terça-feira. Ao ser chamado ao microfone pelo bispo durante um culto em São Paulo, o pastor conhecido como Luciano Farinha revelou, sem poupar detalhes, o que os dois faziam antes de assumirem seus cargos na igreja.

"Usou muita droga comigo... Você, hoje bispo, Rogério Formigão", começou o pastor. "Cheirou muito pó, fumou pedra, maconha, chá de cogumelo, lança… farra nos motéis do meu tio”, declarou o pastor durante o culto.

O pastor e o bispo chegaram a rir a respeito de suas antigas 'aventuras'. "Chegamos a comprar um quilo de cocaína pura. (...) Pergunta no interior de São Paulo, cidade de Lucélia, sobre o Luciano Farinha e o Formigão", disse.

Pastor e bispo chegaram a rir a respeito de suas antigas 'aventuras'Reprodução Internet

O bispo de 38 anos é conhecido pelos fiéis da Universal por ajudar na recuperação de viciados em substâncias químicas. Autor do livro "A última pedra — Vícios têm cura", Formigoni já contou na web a respeito de sua jornada como usuário de drogas e até mesmo tráfico antes de se unir à igreja.

"Comecei dando meu primeiro trago em um cigarro na escola (...) Aquilo que era só para experimentar tornou-se meu maior pesadelo porque vieram as outras drogas, como cocaína, cola, anfetaminas, LSD, chás alucinógenos, crack e tudo que dava uma sensação de euforia ou poder eu estava topando", disse na página da Universal.

"Por causa das drogas e do dinheiro do tráfico, não faltavam mulheres e noites fora de casa, frequentava casas de prostituição, me relacionava com muitas mulheres casadas, solteiras, garotas de programa etc. Não tinha escrúpulos", contou.



Últimas de _legado_Brasil