Por gabriela.mattos

Brasília - O empresário Ricardo Pessoa, um dos delatores da Operação Lava Jato, ficou em silêncio durante depoimento prestado nesta quarta-feira ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Pessoa optou pelo direito constitucional de não se incriminar e alegou que os termos de sua delação premiada, na qual citou parlamentares que receberam suas doações de campanha, estão em segredo de Justiça no Supremo Tribunal Federal (STF).

Delator da Lava Jato mantém silêncio em depoimento ao TSEEstadão Conteúdo

O depoimento do empresário foi requisitado pelo PSDB e autorizado pelo Supremo na ação do partido contra a coligação da presidenta Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer, vencedora das eleições presidenciais de 2014.

A legenda entrou com a ação no tribunal para investigar as contas de campanha da presidenta, aprovadas pela corte, por unanimidade, em dezembro do ano passado.

Você pode gostar