Prefeitura da cidade de Mariana suspende doações

Município vai analisar se donativos recebidos são suficientes às vítimas

Por O Dia

Minas Gerais - A Prefeitura de Mariana, na Região Central de Minas Gerais, informou ontem que suspendeu temporariamente o recebimento de donativos. O município vai fazer um levantamento da quantidade dos itens doados para saber se são suficientes para atender às necessidades da população atingida pelo desastre em Bento Rodrigues. A principal preocupação da prefeitura é evitar o desperdício dos suprimentos já doados.

Voluntários vão continuar trabalhando nas triagens das doações. Prefeitura quer evitar desperdíciosABr

As autoridades municipais alertaram que o trabalho voluntário ainda é de extrema importância para triagem das doações já recebidas e destacaram que vão continuar recebendo as doações em dinheiro em contas abertas para essa finalidade. Estas contas são vinculadas à Prefeitura de Mariana e um conselho gestor com representantes de diversos setores da sociedade civil será criado para gerenciar o dinheiro e dar total transparência à ação. Os interessados em fazer doações poderão entrar em contato por meio do e-mail doacoesmariana@mariana.mg.gov.br.

A Prefeitura de Governador Valadares, em Minas Gerais, informou que o abastecimento de água na cidade, com captação da água do Rio Doce, deverá ser retomado nesta segunda-feira.

O tratamento da água foi interrompido no início da semana passada, quando a lama chegou à cidade após o rompimento de duas barragens de rejeitos gerenciadas pela mineradora Samarco, em Mariana, no mesmo estado. A afirmação foi feita pelo governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, que visitou a região no último sábado com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, e a prefeita de Governador Valadares, Elisa Costa, que se reuniram com representantes da Samarco. “Já temos laudos que apontam a possibilidade de voltar a utilizar a água do rio Doce, após tratada. Provavelmente, de domingo (ontem)para segunda (hoje) a gente já começa a colocar na rede de distribuição da cidade a água tratada com grau de potabilidade assegurado pelos laudos”, afirmou o governador.

A Samarco se comprometeu a instalar estação de tratamento de água móvel no Município de Governador Valadares. Outras duas estações de tratamento da cidade, que não estavam em funcionamento, serão reativadas para captar água dos rios Suassuí Pequeno e Suassuí Grande.

Últimas de _legado_Brasil