Diferença entre os preços será punida

Acordo com supermercados permite ao cliente que encontrar valor diferente na prateleira e no caixa levar o item de graça

Por O Dia

Rio - A partir da próxima segunda-feira, o consumidor que constatar divergência de preço entre o anunciado na prateleira do supermercado e o registrado no caixa poderá levar o item gratuitamente. A campanha ‘De Olho no Preço’ é resultado de um acordo entre o Núcleo de Defesa do Consumidor da Defensoria Pública do Rio e as associações de Supermercados do Estado (Asserj) e Brasileira de Supermercados (Abras).

Consumidor terá apenas que ficar atento à divergência do preço cobradoAgência O Dia

Ao perceber a diferença entre os preços, o cliente deve acionar o gerente. Este, por sua vez, deve ceder o produto gratuitamente. Segundo a coordenadora do núcleo, Larissa Davidovich, o objetivo é garantir que o consumidor não seja lesado sem saber.

“Atualmente, já é um direito constituído que o cliente leve o produto pelo preço mais baixo quando há discrepância. Mas a campanha pretende envolvê-lo ainda mais, para que esteja mais atento a essas práticas”, explicou.

De acordo com ela, o Rio é o primeiro estado a formalizar um acordo entre os órgãos de defesa do consumidor e os supermercados para coibir essa prática. “Esperamos que seja replicado por outras regiões”, disse.

Últimas de _legado_Economia