Vamos falar um pouco sobre sexo

Brasil e Filipinas são líderes no consumo de conteúdo erótico pelo público feminino

Por O Dia

Rio - Quem aí nunca investiu um tempinho para ler ou ver, na internet, assuntos relacionados a sexo? Tem de tudo, como sabemos. O que não sabíamos, até agora, é que o Brasil e as Filipinas são os primeirões no consumo de conteúdo erótico pelo público feminino.

Em ambos os países, 35% das meninas/jovens/senhoras gostam de dar uma espiadinha nas intimidades sexuais alheias, enquanto a média mundial é de 24%. Pelo menos é o que diz uma pesquisa divulgada ontem pelo Pornhub e pelo Redtube, que são sites, digamos assim, de respeito. O tráfego deles chega a 40 milhões de usuários únicos por mês. É disso que o povo gosta, afinal.

Claro que pode haver um desvio, porque o anonimato da internet permite muitas desinterpretações. Mas vale o que está escrito.

Mas tem um ponto interessante também: ao contrário do que diz certa visão romântica e anacrônica, mulheres querem, sim, ver cenas fortes. É um sintoma interessante, mas que foge totalmente ao assunto desta coluna.

O que importa é: se você quer criar um site, talvez não seja despropósito pensar que o assunto sexo tem grande valor de mercado. É um antigo esporte, muito apreciado pela Humanidade.

E fica também um alerta: com frequência, esses sites podem transmitir vírus e programinhas nocivos à saúde do seu computador. Portanto, é sempre bom estar precavido.

WHATSAPP VEIO PRA FICAR...

Pois vocês viram que, semana passada, a Vivo se manifestou contrária ao nosso WhatsApp de cada dia? Tem a ver, porque é o tipo de serviço que consome muita banda e não dá retorno financeiro às operadoras de telefonia celular devidamente legalizadas, pagadoras de impostos etc e tal. O WhastApp, disse o presidente da Vivo, Amos Genish, é pura pirataria. Mas me parece que é um caminho inevitável. Tipo o Uber.

... E O UBER TAMBÉM, APESAR DE TUDO

Então vamos falar do Uber, aplicativo que oferece serviço de táxi com carros e atendimento de primeira, diferentemente da imennnnsa maioria dos táxis tradicionais. Sua popularidade tem provocado reações truculentas de taxistas, o que deveria preocupar as autoridades. Episódios envolvendo agressões a motoristas do Uber e até a passageiros estão mais violentos. O líder dos taxistas de São Paulo, aliás, já disse que essa briga ainda vai acabar em morte. Será?

E ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE

Pelo menos um quarto dos celulares roubados, em todo o planeta, é de brasileiros. Segundo a GSMA, órgão internacional que regulamenta o setor, há 21.541. 285 de aparelhos bloqueados no planeta, sendo 5,5 milhões no Brasil. No Rio, o roubo de celular cresceu 76% entre janeiro e março deste ano, registrando um total de 1.600 casos. A Anatel quer facilitar, ainda este ano, o sistema que registra o furto de celulares.

>>> Pra não passar em branco: na última segunda, o cofundador e até então chefão do Google, Larry Page, informou que está se metendo em nova empresa, a Alphabet, que vai supervisionar o Google e outras filhotes da gigante. Não muda a nossa vida, mas não custa registrar.

NOTAS

E A NETFLIX ARREBENTA

Do Daniel Castro: a Netflix vai faturar mais de R$ 500 milhões este ano, superando as receitas da Band e da RedeTV!, respectivamente quarta e quinta maiores redes abertas nacionais.

É BOM FICAR DE OLHO

Para quem está metido em criação de software, uma boa ideia é mergulhar no Desafio Cisco de Inovação Urbana Porto Maravilha (www.desafiocisco.com.br), lançado ontem. A proposta é incentivar a criação de aplicações de software digital e de experiências físicas para transformar a vida do cidadão e visitantes do Rio. O desafio está aberto a empreendedores, desenvolvedores, startups e universidades do Brasil e pretende resultar num “bairro inteligente e mais humano”, utilizando a Internet de Todas as Coisas (IoE). O prazo para inscrição para a primeira fase se encerra no dia 7 de setembro. Os projetos deverão ser implementados ainda antes da Olimpíada de 2016. Falta pouco. Boa sorte.

Últimas de _legado_Economia