Dilma diz que país vai voltar a crescer e reduzirá inflação

'Estamos em uma travessia, e nessa travessia nós vamos fazer dar certo', afirmou a presidenta

Por fernanda.macedo

Bahia - Diante de uma plateia de integrantes de movimentos sociais e parlamentares do PT e de partidos aliados, a presidenta Dilma Rousseff afirmou, na Bahia, que o Brasil “vai voltar a crescer” e “reduzir a inflação”. No discurso, ela disse ainda que vai trabalhar pelo país mesmo “debaixo da pressão, desfaçatez e intolerância que às vezes recai sobre Brasília”.

“O Brasil, podem ter certeza, vai voltar a crescer, vai reduzir a inflação. Vamos lançar o Minha Casa minha Vida 3 até o dia 10 de setembro. E isso significa mais três milhões de casas”, afirmou a presidenta, ao entregar 1.480 do Minha Casa Minha Vida, em Juazeiro. Dilma fez apenas uma breve referência à crise pela qual passa o governo, classificando-a como passageira.“Estamos numa travessia e nós vamos fazer dar certo”, afirmou.

Mais cedo, em encontro com empresários em São Paulo, o presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, disse que a inflação deve atingir o pico neste trimestre, permanecendo elevada até o fim do ano. A taxa deve começar a cair no fim de 2016, segundo ele.

CONQUISTAS

No discurso, Dilma voltou a criticar a “insidiosa tentativa de criar no Brasil uma situação de quanto pior, melhor”. A presidenta afirmou que o país vai superar a crise e reiterou que manterá o compromisso “com todas as conquistas que fizemos nos últimos anos”.

“Vou fazer uma afirmação até um pouco pretensiosa: se tem uma coisa de que tenho orgulho foi do que fizemos no governo Lula e no meu governo em relação ao Nordeste. E isso eles jamais vão tirar de nós”, disse.

Dilma voltou a dizer que o Brasil está numa “travessia” que ela encara com “otimismo e esperança”. Disse que, quando se está diante de uma situação difícil enfrentada com “coragem e determinação”, fica mais fácil resolver o problema.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia