Sebrae planeja se associar a empresas inovadoras

Instituição participará de fundos de investimentos que adquiram participações nos negócios, como alternativa de capitalização

Por O Dia

Rio - O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) planeja se associar a pequenas e médias empresas inovadoras do país, se tornando alternativa de crédito para o segmento. O projeto foi anunciado pela diretora técnica da instituição, Heloisa Menezes, durante 15ª Conferência de Inovação Tecnológica, organizada pela Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei), em Pernambuco.

Segundo Heloisa Menezes, a proposta é que a instituição se torne investidora em alguns fundos de investimento que adquiram participação nas empresas. Nesse caso, em vez de emprestar recursos, o Sebrae se tornaria sócio das empresas.

Os primeiros investimentos seriam feitos a partir de 2016. A intenção do Sebrae é criar uma alternativa para os empecilhos que as empresas encontram para obter crédito em instituições financeiras. Na opinião de Heloisa, isso acontece porque o mercado bancário cria dificuldades por entender que a inovação é uma atividade que envolve risco.

A diretora acrescenta que, ao se tornar um investidor, o Sebrae poderá acompanhar melhor os negócios, além de compartilhar conhecimento com a empresa e participar das decisões que forem tomadas.

Para o presidente da Anpei, Gerson Valença Pinto, a medida favorece uma aproximação entre os empreendedores e o Sebrae, o que favorece iniciativas inovadoras.

Para finalização do projeto, está sendo feita uma análise do portfólio de empresas com perfil procurado pelo Sebrae. Os projetos considerados mais interessantes serão levados, então, à diretoria e ao conselho da instituição ainda este ano.

Últimas de _legado_Economia